Obrigados

A determinação “vinda de cima” para não contabilizar os créditos de Obrigações do Fundo Nacional de Desenvolvimento (FND) pode gerar perdas milionárias nos fundos de pensão. É grande a insatisfação dos beneficiários, pois a decisão gerará enormes déficits. Apenas dois fundos, tendo a Braslight à frente, entraram na Justiça, contestando a medida. As associações de aposentados da Eletrobras, Petrobras e Vale cogitam de juntos adotar medida judicial. Os créditos de FND chegam perto de R$ 6 bilhões.

Tucano no matadouro
Emparedado pela cúpula do tucanato, José Serra marcha para se tornar o candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo, numa condição em que, seja qual for o resultado, tem pouco a ganhar. Se perder a eleição, vê seu ciclo político se encerrar. Se ganhar, estará condenado a se tornar um cabo eleitoral de luxo do desafeto senador Aécio Neves. Apesar de na última campanha presidencial ter descido vários graus da relevância política, ao trocar as corajosas críticas ao Banco Central pelo discurso de candidato a coroinha, Serra é político de idéias, das quais se pode concordar ou divergir. Já Aécio, noves fora platitudes sobre gerenciamento, até hoje não produziu um único pensamento próprio sobre qualquer tema relevante da agenda nacional.

Irrelevância
Ao mesmo tempo, o anúncio de Serra de que participará das prévias tucanas, mesmo depois de fechado o período de inscrições, assim como a passiva reação dos demais pré-candidatos, inclusive, com duas renúncias, expõem o grau de irrelevância política dos pretendentes. Juntos, José Anibal, Ricardo Trípoli, Bruno Covas e Andrea Matarazzo, somados, não davam meio candidato tucano.

Pensamento crítico
Estão abertas as inscrições para o Premio Libertador al Pensamiento Crítico, oferecido anualmente pelo governo da República Bolivariana da Venezuela à obra de “pensamento alternativo, crítico, contestador à ideologia dominante”, que “contribua com suas propostas para esclarecer problemas urgentes e firmar as bases para um mundo de justiça e paz”. Podem concorrer livros publicados em espanhol no ano passado. Detalhes em www.ministeriodelacultura.gob.ve/images/stories/Bases_Libertador_20 12.jpg

Cidadã
Natural de Huddersfield, pequena cidade no Norte da Inglaterra, Annette Reeves de Castro, cônsul da Holanda, recebeu nesta segunda-feira o título de cidadã fortalezense. Há 29 anos morando no Brasil, Annette foi cônsul da Inglaterra de 1987 a 2009, e, desde então, assumiu o consulado da Holanda. Ela também responde pela superintendência da Emaltec e Cascaju. Em Londres conheceu seu marido, o cearense Marcos de Castro, em 1983, passando a viver no Brasil, onde desenvolveu projetos sociais, envolvendo creches e escolas.

Longe do pódio
Não é sem razão a preocupação da Fifa e do COI com a organização da Copa e dos Jogos Olímpicos, respectivamente, no Rio de Janeiro, especificamente na questão de transportes. Noves fora interesses paralelos, a realização dos eventos é ameaçada pela total incapacidade demonstrada pela prefeitura carioca em espetáculos como o Rock in Rio – de porte muito menor – ou no Reveillon e no Carnaval, que, apesar de repetidos anualmente, continuam incorrendo nos mesmos erros e sendo um péssimo exemplo de mobilidade. Junte-se a isto a opção do governo estadual por expansão limitada do metrô e pode-se prever, sem precisar jogar búzios ou recorrer a bola de cristal, que turistas e moradores terão que bater recordes de paciência.

Ponta do iceberg
A surpresa afetada por apoiadores da política de cortes de gastos públicos com os efeitos desastrosos do não repasse de verbas para o programa brasileiro na Antártica tem a sinceridade dos falsos profetas. O sucateamento de projeto tão estratégico, que culminou a destruição da base, é apenas um exemplo mais emblemático e visível de vários outros problemas provocados pela política de priorizar os rentistas brasileiros em detrimento da economia real e das políticas sociais. Só no primeiro ano do Governo Dilma, tal opção sangrou em R$ 237 bilhões os cofres públicos, 7.900 vezes os R$ 30 milhões não aplicados no projeto da Antártica.

Artigo anterior“Banana Republic”
Próximo artigoPassaporte
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Salário mínimo baixo, gasto do Estado alto

Nos EUA, assistência a trabalhadores que ganham pouco custa US$ 107 bi por ano ao governo.

Privatização da Eletrobras aumentará tarifa em 17%

Estatal dá lucro e distribuiu R$ 20 bi em dividendos para a União.

Dois mitos sobre a Petrobras

Mídia acionada pelo mercado financeiro abusa de expedientes que ataca quando usados por bolsonaristas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Presidente do Banco do Brasil joga a toalha

Centrão tem interesse no cargo.

Imóveis comerciais tiveram estabilidade em janeiro

Nos últimos 12 meses, entretanto, preços de venda e locação do segmento acumulam quedas de 1,32% e 1,18%, respectivamente.

Contas públicas têm superávit de R$ 58,4 bilhões em janeiro

Dívida bruta atinge 89,7% do PIB, o maior percentual da história.

Presidente do Inep é exonerado do cargo

Medida foi publicada no Diário Oficial de hoje; até o momento, não foi anunciado o nome de quem o substituirá.

Primeiro caso de Covid-19 no Brasil completa um ano

Brasil tem novo recorde de mortes diárias, diz Fiocruz; boletim informa que houve ontem 1.148 mortes.