Oi quer captar US$ 500 milhões garantindo 9%

Garantindo juros na faixa de 9%, a Oi, em recuperação judicial desde 2016, colocou no mercado um título em dólares, que espera vender US$ 500 milhões em notas sênior. A captação, segundo comentários no mercado de capitais, se destina, provavelmente, para refinanciar dívidas mais caras que assumiu durante a reestruturação atual da empresa.

O preço foi considerado alto em comparação com a maioria das ofertas este ano, pois somente seis títulos em dólares com características regulatórias semelhantes foram vendidos com níveis mais altos de yield em 2021, de acordo com dados compilados pela Bloomberg. “Mas ainda é mais barato do que os juros de 13,67% da debênture que a empresa está tentando refinanciar com os recursos”.

O processo de reestruturação da empresa incluiu a captação de fundos com desinvestimentos, como a venda dos ativos de telefonia móvel para a Telefónica, Telecom Italia e a alienação da participação de 25% na Unitel, a maior operadora de telefonia móvel de Angola.

A empresa de telefonia reportou prejuízo de R$ 3,5 bilhões no balanço do primeiro, queda de 44,2% na comparação com o mesmo período de 2020, com prejuízo de R$ 6,28 bilhões. Os investimentos (Capex) consolidado, levando em conta as operações internacionais, chegaram a R$ 1,83 bilhão. O valor representa uma alta de 3,9% no comparativo anual e de 7,3% em relação ao quarto trimestre de 2020.

Plano estratégico

O plano estratégico da Oi para o triênio 2022-2024 tem foco na transformação na Nova Oi, em simplificar as operações enquanto busca pagar dívidas existentes, diversificar fontes de receita e resolver questões de concessão As casas conectadas com fibra ótica da Oi devem chegar a aproximadamente 8 milhões até 2024, com aumento de cerca de 31%, acredita a companhia.

No início de julho, a companhia telefônica vendeu a sua subsidiária de fibra ótica, a InfraCo por R$ 12,9 bilhões. O Banco BTG e a Globenet arremataram em conjunto 57,9% da subsidiária.

A participação na empresa foi vendida por R$ 12,9 bilhões. Serão desembolsados R$ 9,786 bilhões para aquisição de ações da InfraCo e capitalização de R$ 3,137 bilhões na unidade de negócios em um prazo de até 90 dias.

O certame foi o último grande leilão de ativos da Oi (OIBR3), que já se desfez de torres, data centers e rede móvel, movimentando quase R$ 20 bilhões, conforme o plano de recuperação judicial aprovado pelos credores. Os recursos levantados estão sendo destinados para o pagamento de dívidas e sustentar investimento no que restou das operações. Ainda resta a rede de TV por assinatura, negócio avaliado em R$ 20 milhões, bem menor em relação aos anteriores.

Leia também:

Fitch:1ª emissão de debêntures da Rodovias do Brasil tem rating AA-

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Avanço da carteira de crédito de pessoas físicas

O saldo total da carteira de crédito deve crescer 1,6% em agosto, registrando o sétimo avanço mensal seguido. Apesar do bom resultado esperado para...

BTG negocia novo ETF internacional na bolsa paulista

Ocorreu na última sexta-feira (17) o toque de campainha que marcou o início de negociação das cotas de mais um ETF internacional na B3,...

Últimas Notícias

Queiroga ficará em quarentena em NY

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, não volta por enquanto ao Brasil. O motivo não foi o gesto obsceno que fez com o dedo,...

Startup de inteligência artificial terá acesso ao hub de dados da B3

A 4KST, fintech de inteligência artificial, com foco em eficiência financeira, e a B3 anunciaram nesta terça-feira um acordo com foco em compartilhamento e...

BNDES: R$ 166 milhões para linhas de transmissão da Energisa Tocantins

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 166 milhões para a Energisa Tocantins Transmissora de Energia (Grupo Energisa),...

UE tenta expandir oportunidades no oeste da China

Nos primeiros oito meses de 2021, o volume comercial entre a China e a União Europeia (UE) aumentou 32,4% ano a ano. O volume...

Deputados querem venda direta de etanol aos postos

Em audiência pública da Comissão de Minas e Energia, realizada nesta terça-feira, deputados defenderam a aprovação da Medida Provisória 1063/21, que autoriza produtores e...