OkCartório.com conecta pessoas aos cartórios

Start-up viabiliza atos cartorários, como um canal facilitador e de aproximação, unindo o cartório aos brasileiros.

No início da pandemia, o Provimento 100/2020 possibilitou a prática de atos cartoriais eletrônicos através da plataforma e-notariado do Conselho Nacional de Justiça e os atos de cartório puderam ser realizados também através de videoconferência. Com o slogan “Vá ao Cartório Sem Sair de Casa”, os advogados André Cunha Lima, João Arthur Bandeira e o economista Gabriel Neves, tiveram a ideia de levar o cidadão comum ao cartório, sem sair de casa. Tudo on-line. Através da tecnologia, de forma virtual, a OkCartorio.com age como um agente facilitador, prestando assessoria jurídica com praticidade, rapidez e agilidade na comunicação.

A start-up OkCartorio.com surge para viabilizar os atos cartorários, como um canal facilitador e de aproximação, unindo o cartório competente aos brasileiros, inclusive os que residem fora do país. Através da análise da necessidade, a start-up irá identificar o cartório com competência jurídica para atender a demanda. Atos como procuração, escritura de compra e venda de imóveis, certidões atualizadas, autenticações, entre outros serviços, tornam-se fáceis, através de um clique.

“Funcionamos como o Uber ou o iFood, conectando o indivíduo ao cartório competente para atendê-lo: simples assim. Prestadores de serviços como advogados, corretores de imóveis e contadores também se beneficiam da novidade, uma vez que seus clientes passam a usufruir dos benefícios da plataforma”, avalia Gabriel Neves.

A OkCartorio.com é disruptiva em vários aspectos, extinguindo barreiras. Através da prestação de serviços jurídicos, com equipe de advogados, mapeamento de cartórios parceiros e com tecnologia de ponta, a start-up surge para descomplicar os atos notariais, trazendo soluções e melhorando a experiência do cliente quando o assunto é cartório. A empresa estabeleceu parceria com os cartórios das principais cidades brasileiras e está apta para atender em todo o território nacional.

“Queremos ajudar a acabar com esse estigma de que cartórios são lentos ou muito burocráticos. Há muitos cartórios bons e eficientes pelo Brasil, que prestam uma importante função de segurança jurídica preventiva, ajudando a desafogar o judiciário. Muitas vezes, o problema é uma falta de comunicação entre as partes, confusas com todo o “juridiquês” que circunda o ato notarial. É por isso que a assessoria jurídica que prestamos é fundamental, para que as pessoas entendam todo o trâmite e tenham uma boa experiência com os cartórios”, explica João Arthur Bandeira.

A start-up atua não apenas no Brasil, mas em todo o mundo. Antes da sua existência, o consulado era a única alternativa para o brasileiro no exterior que precisasse fazer até mesmo uma procuração. Atualmente, os nossos expatriados não precisam mais aguardar o difícil agendamento no consulado quando a sua necessidade for um ato de cartório. A plataforma acaba desafogando os consulados, principalmente em países com um grande número de brasileiros, como os Estados Unidos, Portugal, Inglaterra e Japão.

“Podemos afirmar que chegamos para deixar a marca indelével da praticidade e da segurança, facilitando a realização dos atos notariais mais comuns e que antes tomavam horas de todos os brasileiros em filas e deslocamentos desnecessários aos consulados”, finaliza Cunha Lima.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Petrobras desenvolve mapeamento digital

Petroleira diz que já conseguiu mapear uma área de 18.700 km² (equivalente a 85% do território de Sergipe)

Micros geram renda de R$ 420 bilhões por ano

Correspondem a 30% do PIB.

Empresas apostam em solução SaaS flexível para incentivar equipes

Empresas como Coca-Cola, iFood e Unimed aderem à ferramenta e startup multiplica a carteira mais de 3 vezes em menos de 2 anos.

Últimas Notícias

BNDES: R$ 317,2 milhões nos aeroportos de Mato Grosso

Ao todo serão investidos R$ 500 milhões nos quatro aeroportos, com participação de 65% do BNDES

Fintechs emprestaram mais de R$ 12 bi em 2021

Crédito é quase o dobro do ano anterior, diz pesquisa da ABCD e PwC Brasil

Regulador divulga primeiro balanço sobre o 5G em Portugal

No final do primeiro trimestre, já havia 2.918 estações de rede 5G espalhadas por 198 cidades (64% das cidades)

Está mais fácil comprar carro na China

Vendas no varejo de veículos de passageiros atingiram 1,42 milhão de unidades durante o período de 1 a 26 de junho

Adquirir conhecimento é a chave para investir melhor

Para economista, medo é o mesmo sentimento que se tem do desconhecido