Ontem sem confirmação de tendência

Hoje, feriado no Brasil com mercados fechados e, no exterior, nenhuma agenda com capacidade de afetar o comportamento.

Nesta segunda-feira, os mercados de risco não estiveram conseguindo confirmar tendência mais prolongada. Seguimos com rotações de ativos no curto prazo, volatilidade e mudanças de sinais nos mercados. Por aqui, muitas preocupações. Bem verdade que o dia ficou comprometido pelo meio feriado de Columbus Day, nos EUA, e aqui com o feriado nacional de Aparecida.  Lá, Bolsas abertas e, no Brasil, mercados fechados.

No exterior, segundo a consultoria Eurasia, os líderes da China devem agir para apoiar a retomada da atividade, mas sem estímulo massivo. Lembrando que na última sexta-feira o governo chinês determinou que as minas de carvão produzam mais, com a finalidade de reduzir a escassez de energia. O minério de ferro teve forte alta hoje, por conta da necessidade de produzir aço para os programas de infraestrutura.

Já o Banco Central Europeu (BCE), disse que a variante Delta da Covid-19 não é grande problema na Zona do Euro (em declínio) e a perspectiva da economia é bem melhor que em meses anteriores, mas é necessário ter a sensibilidade de não apertar prematuramente a política monetária. Já o Conselho do FMI, discute hoje o destino da diretora geral do órgão, Kristalina Georgieva.

O Banco Mundial destacou que os países em desenvolvimento precisam melhorar a trajetória fiscal e disse que vai levar tempo para que a renda per capita recupere o patamar de antes da pandemia. Segundo a instituição, a crise acentuou as disparidades.

No mercado internacional, o petróleo WTI negociado em Nova Iorque conseguia manter mais um dia de boa alta de 1,41%, com o barril cotado a US$ 80,47. Detalhe: não ficava acima de US$ 80 desde 2014. O euro era transacionado em leve queda, para US$ 1,155 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros de 1,61%. O ouro e a prata com quedas na Comex e commodities agrícolas apresentaram comportamento misto na Bolsa de Chicago. O minério de ferro, negociado em Qingdao, na China, teve dia de forte alta, de 9,44%, com a tonelada negociado a US$ 135,03.

No segmento local, a nova pesquisa semanal Focus do BC mostrou a inflação oficial de 2021 em nova alta, para 8,59% (anterior em 8,51%) e a de 2022 com +4,17%, vindo de 4,14%. A taxa Selic de 2021 segue estável em 8,25% e, em 2022, subindo para 8,75%, de anterior em 8,50%. O PIB do ano encolhendo para 5,01% (de 5,04%) e, em 2022, também com queda, para 1,54%. O dólar de final de ano subiu para R$ 5,25 e preços administrados igual, em +13,57%. A relação dívida/PIB caindo para 60,90%, e déficit primário em 1,4% do PIB, enquanto o déficit nominal em queda para 5,7% do PIB. O superávit da balança comercial de 2021 mantido em US$ 70 bilhões. No mês de outubro, até a segunda semana, o superávit estava em US$ 1,92 bilhão e acumulava no ano superávit de US$ 58,50 bilhões.

Do lado político, Bolsonaro voltou a acusar governadores e prefeitos de terem quebrado a economia com a política do “fique em casa” e a pressão inflacionária atual provém disso. Já a pressão sobre o ministro Paulo Guedes segue forte, aproveitando o episódio da empresa offshore, mas principalmente por conta da indefinição sobre o auxílio Brasil.

No mercado, dia de dólar novamente em alta (começou o dia em baixa) e no encerramento mantinha +0,38% e com a moeda cotada em R$ 5,537. No segmento Bovespa da B3, na sessão do último dia 7, os investidores estrangeiros voltaram a alocar recursos no montante de R$ 707,3 milhões, deixando os ingressos de outubro em R$ 4,76 bilhões e o ano de 2021 com entradas líquidas de R$ 47,03 bilhões.

No mercado acionário, dia de alta da Bolsa de Londres de 0,59%, Paris com +0,16% e Frankfurt com queda de 0,05%. Madri e Milão com quedas de respectivamente 0,82% e 0,46%. No mercado americano, dia de indicadores revertendo tendência de alta logo no início da tarde, para o Dow Jones encerrar com -0,72% e Nasdaq com -0,64%. Na Bovespa, também acompanhamos essa reversão com fechamento em -0,58%, e índice em 112.180 pontos. Vale e elétricas foram destaques positivos.

Hoje, feriado no Brasil com mercados fechados e, no exterior, nenhuma agenda com capacidade de afetar o comportamento.

.

Alvaro Bandeira

Economista-chefe do Banco Digital Modalmais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

BC realiza leilão de swap cambial pelo terceiro dia seguido

Futuros de Nova Iorque, Europa e Ásia sobem nesta manhã, com alta do petróleo e queda no índice DXY.

Mercados globais sobem em dia de agenda cheia nos EUA

Bolsas em Nova Iorque também operavam em alta acompanhando a valorização de commodities, como minério de ferro e petróleo.

Últimas Notícias

Crédito consignado: aumenta número de reclamações de cobrança indevida

O crédito consignado não solicitado por clientes está no topo das reclamações de consumidores. Em relação aos registros, a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon),...

Geração de energia solar traz R$ 35,6 bi de investimentos ao país

Potência nos telhados e terrenos com sistemas fotovoltaicos equivale a metade da capacidade de Itaipu.

Direito de controle sobre funcionários que trabalham de casa

Por Leonardo Jubilut.

Rio Indústria apoia lei que desburocratiza e facilita novos negócios

Em audiência pública realizada nesta quinta-feira (14), na Câmara Municipal do Rio, sobre o Projeto de Lei Complementar nº 43/2021 que regulamenta a Declaração...