Ontem&hoje

“Os altos juros aumentam o déficit das contas públicas e criam um círculo vicioso: o governo aumenta os juros, para elevar a receita, mas a receita cai. Em janeiro, já houve queda de 10% em relação a janeiro passado. É um tiro no próprio pé esse ajuste cambial recessivo, que aumenta impostos e corta gastos.” A advertência, reproduzida aqui por sua espantosa atualidade, é de quem entende do assunto: o hoje ministro do Planejamento, Guido Mantega, e foi feita no início de 1998. Hoje no governo, Mantega parece achar que, substituído o câmbio recessivo pelo superávit primário recessivo, dá até para esquecer o que ele falou.

Preço do atraso
A pecuária é o setor da economia nacional que concentra o maior número de casos detectados de trabalho escravo: 43% do total, seguida das atividades de desmatamento (28%) e da agricultura (24%), segundo dados apresentados, em evento em São Paulo, pela Organização Internacional do Trabalho (OIT). A divulgação dos dados reforça as advertências dos que elegeram o agronegócio como carro-chefe do Brasil, numa espécie de volta turbinada à República Velha. E serviu para a procuradora federal Ela Wiecko de Castilho, do grupo dos Direitos do Cidadão do Ministério Público Federal, e Cláudia Márcia Brito, uma das coordenadoras do Grupo Especial de Fiscalização Móvel do Ministério do Trabalho e Emprego, alertaram para os prejuízos causados ao combate escravo pelas matérias de propaganda em forma de matéria jornalística que certo tipo de imprensa insiste em publicar”: Embora reconheça que o país depende das exportações, salienta que isso não pode ocorrer à custa do trabalho escravo ou degradante.

Déficit
A falta de segurança foi o principal motivo que levou o Rio a ser excluído das cinco cidades finalistas para as Olimpíadas 2012, segundo os cariocas que responderam a pesquisa dos professores Bayard Boiteux e Maurício Werner, do curso de Turismo da UniverCidade. Mas, segundo a pesquisa, 80% querem que a cidade mantenha a candidatura
para as próximas edições do evento. Em segundo lugar, vieram obras ligadas a promessas políticas (28%), seguida por falta de imagem esportiva (22%) e infra-estrutura inadequada (15%). Realizada entre 31 de maio e 3 de junho, a pesquisa não incluiu o item interesses econômicos como decisivo para a escolha das candidatas.

Conselho do Dirceu
Os jornalistas estão novamente de olho no ministro da Casa Civil, José Dirceu. Dessa vez, porém, não se trata do caso Waldomiro ou críticas à política econômica. É que, desde 27 de abril, quando recebeu do ministro do Trabalho, Ricardo Berzoini, projeto de lei que cria o Conselho Federal e Regionais de Jornalismo, Dirceu é o responsável por encaminhar ou não o projeto ao presidente Lula para enviá-lo ao Congresso Nacional.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDia da caça
Próximo artigoMatemágica

Artigos Relacionados

Bolsonaro invade TV Brasil

Programação foi interrompida 208 vezes em 1 ano para transmissão ao vivo com o presidente.

FMI: 4 fatores ameaçam inflação

Fundo acredita que preços deem uma trégua no primeiro semestre de 2022, mas...

Pandora Papers: novos atores nos mesmos papéis

Investigação mostra que pouco – ou nada – mudou desde 2016.

Últimas Notícias

Reforma da Previdência desestimulou contribuição

Por Isabela Brisola.

Guedes fica mesmo avaliado com nota baixa

Apesar de abrir a possibilidade de aumentar a crise econômica e do desrespeito ao teto de gastos ou outras regras fiscais para bancar medidas...

Ex-ministro de Temer substituirá Funchal

O ex-ministro do Planejamento Esteves Colnago assumirá o comando da Secretaria Especial de Tesouro e Orçamento da pasta. A nomeação foi confirmada nesta sexta-feira...

Receita Federal abre consulta a lote residual de Imposto de Renda

A Receita Federal abriu nesta última sexta-feira consulta a lote residual de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) relativo ao mês...

Vendas do Tesouro Direto superam resgates em R$ 1,238 bi em setembro

As vendas de títulos do Tesouro Direto superaram os resgates em R$ 1,238 bilhão em setembro deste ano. De acordo com os dados do...