Opiniões que desagradam

Boatos, notícias falsas, alarmismo, tudo isto corre a internet desde que ela se popularizou. O combate às agora empacotadas como fake...

Boatos, notícias falsas, alarmismo, tudo isto corre a internet desde que ela se popularizou. O combate às agora empacotadas como fake news é mais recente e traz no seu bojo a disputa pelo controle da informação. Os grandes grupos de mídia monopolizam o noticiário mundial e não desejam – nem podem, pois este é o papel destinado a eles – abrir mão desse poder. Matéria do site Conjur conta que três veículos de comunicação da Holanda decidiram processar a União Europeia por terem sido acusados de “veículos de desinformação” pela agência de combate a notícias falsas da comunidade, o EuvsDisinfo (União Europeia contra a Desinformação).

Os veículos garantem que foram acusados por publicarem informações que não condizem com os interesses da União Europeia de desacreditar o Governo da Rússia, especialmente no caso da Ucrânia. “Segundo as publicações acusadas de fake news, entretanto, o EUvsDisinfo foi criado para defender as políticas da diplomacia europeia de aproximação com o governo ucraniano para enfrentar os interesses da Rússia no continente. Em 2014, a Rússia invadiu o território da Crimeia, na Ucrânia, e o proclamou terra russa”, relata o Conjur. “A União Europeia classifica veículos de comunicação que noticiam opiniões de terceiros que desagradem a UE como ‘veículos de desinformação’. Como se a imprensa só pudesse noticiar as posições pré-aprovadas pela União Europeia”, diz o advogado de um dos grupos.

Este colunista teve a oportunidade, ano passado, de fazer discurso sobre o assunto no encontro de mídia do Brics, realizado em Beijing. Um dos pontos abordados foi justamente o que eram essas falsas notícias. Não se trata de combater boatos ou desinformação, o que seria meritório; o objetivo da mídia hegemônica é diminuir toda e qualquer informação alternativa, com objetivo de se manter… hegemônica.

 

Mudanças na comunicação

A Facha será sede, no próximo dia 9, das 8h às 20h, do 2º Simpósio Nacional sobre Transformações na Retórica do Consumo. O evento, em parceria com a UFF, promove uma reflexão sobre as transformações no campo da comunicação, em especial, nas áreas do consumo, informação, notícias e entretenimento no atual cenário de revoluções tecnológicas, mudanças econômicas, políticas e socioculturais.

O evento será aberto pelo diretor-geral da Facha, professor Paulo Alonso, e pelo líder da ReC (Grupo de Pesquisa em Retórica do Consumo), Guilherme Nery Atem. Participarão também acadêmicos e profissionais da área. Mais informações e inscrições: https://www.2trec.com.br/

 

Mercado democrático

Viemos para mudar a maneira que as pessoas se relacionam com dinheiro e investimentos”, define o economista Rafael Bevilacqua, que acaba de lançar no mercado, com colegas profissionais do mercado, a Levante Ideias de Investimentos.

A casa chega ao mercado em um momento de melhora dos indicadores econômicos e juros nominais em patamares historicamente baixos. “O mercado de capitais começa a se movimentar e, com diversos IPOs programados para o ano, deve ser a principal opção para as empresas se financiarem. Isso favorece também investidores, e, nesse novo cenário, queremos orientar tanto os iniciantes quanto os experientes”, informa Bevilacqua.

Parte do conteúdo (como relatórios de ações e fundos, além de boletins diários voltados para quem é pouco familiarizado com o mundo dos investimentos) é gratuita. Basta se inscrever no site www.levante.com.br para receber o informativo diário. Para quem quer se aprofundar, são oferecidos planos de assinaturas.

 

Theotônio partiu

O ex-ministro Roberto Amaral comentou o falecimento de Theotônio dos Santos, “brasileiro dos melhores, um dos maiores economistas-políticos brasileiros, pensador voltado para a economia latino-americana e um dos principais formuladores da teoria da dependência”.

Ele simboliza, quando menos, o seguinte: o Brasil não é uma ilha, seus desafios não começam e terminam nele mesmo, e para superá-los é fundamental olhar para o cenário global, sobretudo o contexto na América Latina e do Hemisfério Sul”, ressaltou Amaral.

 

Rápidas

A American Express anuncia a nova gerente-geral da companhia no Brasil, Rose Del Col *** Em comemoração ao Dia da Mulher, será realizada a terceira edição da Feira de Empreendedores Sustentáveis (FES), em 10 e 11 de março, na Praça Cândido Silva Mendes, na Taquara, Rio de Janeiro.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Bolsonaro invade TV Brasil

Programação foi interrompida 208 vezes em 1 ano para transmissão ao vivo com o presidente.

FMI: 4 fatores ameaçam inflação

Fundo acredita que preços deem uma trégua no primeiro semestre de 2022, mas...

Pandora Papers: novos atores nos mesmos papéis

Investigação mostra que pouco – ou nada – mudou desde 2016.

Últimas Notícias

Mercados operam mistos no exterior

No Brasil haverá resposta ao Copom.

Elevação na Selic deve repercutir no mercado

EUA: divulgação de PIB do terceiro trimestre e balanços de grandes empresas são o foco das atenções no cenário internacional.

TSE forma maioria contra cassação da chapa Bolsonaro-Mourão

PT, PCdoB e PROS pedem cassação da chapa por cometimento de abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação.

IGP-M acumula inflação de 21,73% em 12 meses

Alta da taxa de setembro para outubro foi puxada pelos preços no atacado.

Mirando agora na PEC dos Precatórios

Ultrapassada a decisão do Copom, investidores vão mirar na avaliação da PEC cheia de 'jabutis' que ainda não foram retirados.