Os militares estão onde sempre estiveram

José Luís Fiori diz que Forças Armadas seguem como aliadas incondicionais dos EUA.

Fatos e Comentários / 19:45 - 14 de jan de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O período do regime militar brasileiro que teve Ernesto Geisel na Presidência “deixa muitos analistas confundidos quando o comparam com o ultraliberalismo do atual governo ‘paramilitar’ instalado no Brasil em 2018”, comenta o professor José Luís Fiori, da UFRJ.

Na verdade – excluída a ‘excrecência bolsonarista’ – os militares brasileiros seguem no mesmo lugar, ocupando a mesma posição que ocuparam nos golpes de 1954 e de 1964: aliados com as mesmas forças conservadoras e com a extrema-direita religiosa, e alinhados de forma incondicional e subalterna com os Estados Unidos”, prossegue Fiori no artigo “A esquerda, os militares e o imperialismo”, publicado no site Outras Palavras.

E é por isto exatamente que não representa nenhum constrangimento para eles o fato de terem sido ‘nacional-desenvolvimentistas’ na segunda metade do século XX e serem agora ‘nacional-ultraliberalistas’ neste início do século XXI. Acreditam que, uma vez mais, seu alinhamento automático com os Estados Unidos lhes garantirá o mesmo sucesso econômico que tiveram durante a Guerra Fria, só que agora através de mercados desregulados, desestatizados e desnacionalizados.”

O que os atuais militares brasileiros ainda não perceberam, entretanto, é que a estratégia de desenvolvimento ultraliberal esgotou-se em todo mundo, e em particular no caso dos Estados e economias nacionais de maior extensão e complexidade, como o Brasil. E que os Estados Unidos já não estão em condições nem querem assumir a responsabilidade pela criação de um novo tipo de dominium canadense ao sul do continente americano”, finaliza Fiori.

Um leitor comenta, com certo exagero, que aos militares interessa manter seus soldos, na ativa e na reserva, sem se arriscar. “Nacionalismo da boa para fora.”

 

Me engana que eu gosto

A Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop), que reúne as principais lojas-âncora, se envolveu em polêmica no início do ano ao divulgar um aumento de vendas contestado pelos donos de lojas menor. Quem estava com a razão só poderá se saber quando os próprios shoppings divulgarem dados; melhor ainda, quando sair a Pesquisa Mensal do Comércio de dezembro do IBGE.

Se os números da Alshop sobre vendas merecem o direito à dúvida, a nota que a entidade divulgou sobre as liquidações de verão com “descontos que podem variar de 60% a 70%” só tem um destino: pasta de fake news.

 

Precedentes

A chefe da equipe econômica do Santander, Ana Paula Vescovi, admite que a economia começa o ano em ritmo lento. Apesar de afirmar que o crescimento deve se acelerar no decorrer de 2020, Ana Paula se arrisca a ter o mesmo destino de Zeina Latif, cuja sinceridade desagradou a membros do governo.

Uma polêmica análise divulgada pelo banco espanhol às vésperas da eleição presidencial de 2014 provocou reações da equipe da presidente Dilma. Um analista foi demitido. Na ocasião, o texto citava três fatores negativos: inflação alta, baixo crescimento e déficit em conta-corrente. A primeira não se repete agora, mas a economia piorou, e o déficit em 2019 foi o pior de todos os tempos.

 

Na ponta

Os inventores da IBM alcançaram um recorde de 9.262 patentes nos Estados Unidos em 2019, recorde entre as concedidas a uma empresa norte-americana. A companhia lidera o ranking de patentes pelo 27º ano consecutivo. Em 2019, a IBM foi a número 1 em áreas-chave de tecnologia, como IA, blockchain, computação em nuvem, computação quântica e segurança.

 

Senzala

Ao não renovar a dedução no Imposto de Renda do gasto com empregado doméstico, o governo atinge a classe média e reduz a assinatura da carteira dos trabalhadores. Em 2016, 1/3 das domésticas tinha emprego formal; o contingente encolheu dois anos depois, atingindo 28,6%.

 

Rápidas

Neste sábado, o Caxias Shopping, em parceria com o projeto Apaixonados por Quatro Patas, promoverá a primeira edição de 2020 da campanha solidária de adoção e vacinação de cães e gatos do projeto Busucão, das 10h às 16h *** O Carioca Shopping anuncia o Gincana Kids, para atividades nas férias, até 20 de fevereiro *** Neste sábado, o Grupo Rio Eco Trilhas da agência Rio Eco Esporte levará interessados em conhecer a Pedra do Pontal. No domingo, o grupo seguirá para as cachoeiras de Vargem Grande. Informações: (21) 99742-9191.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor