Outro lado

“Levianos”, “mentirosos”, “engodo”, “desastre”, “míopes”, “vendedores de mazelas”. Quem ouviu o desabafo em tom apoplético do presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Renato Navarro Guerreiro, esta semana, por um instante pensou que Guerreiro, finalmente, vocalizava a indignação dos usuários contra os precários serviços das agências que deveria fiscalizar. Mas qual nada. Tratava-se de aplicar aos críticos da privatização das telecomunicação – noves fora as suspeitas de maracutaia que rondam o negócio – o rigor que deveria reservar para empresas que tratam com arrogância e desleixos seus usuários.

Fazendo escola
Ao estender a escolas pública de todo o país o acesso à Internet via cabo (banda larga), o ministro das Comunicações, Pimenta da Veiga, presta um duplo serviços: aos alunos e às escolas – embora muitas sequer tenham profissionais habilitados para operar computadores – e às concessionárias. Estas, com esse formidável número de novos clientes, ganham um generoso reforço de escala para uma tecnologia recém-implantada no país e cujo preço dos serviços é bem mais salgado do que o acesso convencional por telefone.

Pluralismo
O Sindicato dos Jornalistas de Brasília propôs, em carta ao presidente da Venezuela, Hugo Chávez, a criação de uma Agência Sul-Americana e Caribenha de Informação e Comunicação. O objetivo, segundo o sindicato, é contribuir para democratizar a informação na região e firmar um contraponto à propaganda monolítica do neoliberalismo. Chavez, que acolheu com interesse a proposta, prometeu divulgá-la entre os jornalistas venezuelanos. Os jornalistas brasilienses observam que a criação da agência vai ao encontro da proposta do presidente venezuelano de formar uma confederação de  países sul-americanos e caribenhos.

Auto-ajuda
Os interessados em apoiar a campanha Teleton 2000, organizada pela Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD) para arrecadar fundos para construção de hospitais, acabam contribuindo, compulsoriamente, para empresas supostamente benemerentes. Ao ligar para o serviço 0500 – recém-regulamentado pela Anatel para este tipo de campanha – o usuário não se limita a fazer doações, que variam de R$ 5 a R$ 15 à AACD. Por cada ligação, as concessionárias – Telemar, Telefônica, Brasil Telecom, Sercomtel, CRT e CTBC – abocanham R$ 0,27.

Bola fora
Embora pouca gente se lembre, o técnico Wanderley Luxemburgo, ora envolvido com acusação de sonegação de Imposto de Renda, é filiado ao PPS. Pelo visto, estar em dia com o Fisco não parece ser quesito indispensável para filiação ao partido. Em passado não muito distante, o presidenciável Ciro Gomes também viu-se às voltas com o Leão, que o acusava de relações, digamos, pouco transparentes com o Beach Park, que concedia a Ciro o uso de carro não listado em sua relação de bens.

Passado
A propósito da escalada militarista dos Estados Unidos na Colômbia, os que não apagaram o passado do presidente FH de sua mente juram: na juventude ele era contrário à Guerra do Vietnam.

Conta
O número é simbólico: dados divulgados pelo Banco Central mostram que há 171 bancos em operação no país.

Cena
O presidente do BNDES, Francisco Gros, negou a existência de um racha na equipe econômica sobre o futuro da cobrança da CPMF. Ele voltou a afirmar que o tributo, com qualquer que seja a alíquota, é incompatível com a existência de um mercado de capitais ativo no Brasil. Gros disse que a eliminação da CPMF é uma prioridade do governo, mas não é a única. “A manutenção de um equilíbrio fiscal, que viabilize a estabilidade da moeda, é outra condição também fundamental”, disse. Tradução: o imposto fica, mas Gros não deixa de fazer uma média com o setor financeiro.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior“Orange”
Próximo artigoPromoção

Artigos Relacionados

Bolsonaro invade TV Brasil

Programação foi interrompida 208 vezes em 1 ano para transmissão ao vivo com o presidente.

FMI: 4 fatores ameaçam inflação

Fundo acredita que preços deem uma trégua no primeiro semestre de 2022, mas...

Pandora Papers: novos atores nos mesmos papéis

Investigação mostra que pouco – ou nada – mudou desde 2016.

Últimas Notícias

Receita: brasileiros movimentaram R$ 127 bi em criptomoedas em 2020

O subsecretário de Fiscalização da Receita Federal, Jonathan de Oliveira, disse, nesta quarta-feira em audiência na Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara...

Elevar Selic para 7,75% será eficaz no combate à inflação?

Analistas prevêem taxa de 11% em maio de 2022.

Carteira da massa falida do Banco Cruzeiro do Sul

Por Antonio Pietrobelli.

Vencimento de título corrigido pela Selic puxa queda da Dívida Pública

O vencimento de mais de R$ 200 bilhões em títulos públicos vinculados à taxa Selic (juros básicos da economia) fez a Dívida Pública Federal...

Quase 80% pretendem fazer compras no período da Black Friday

Varejo eletrônico gasta mais com publicidade para a data do que para o Natal.