Pacote pode ter algo de bom, só que não vai funcionar

A notícia de que a equipe econômica prepara um pacote de medidas para dinamizar a economia revela um ponto positivo e um negativo. Do lado favorável, finalmente o governo reconheceu que a produção não vai sair do lugar sem um impulso; o problema é que as propostas não trarão uma retomada.

O pacote se divide em quatro frentes. Uma é a simplificação e desburocratização, mais que necessária. Porém só vai ser efetiva se a equipe atacar de frente as obrigações acessórias e as normas expelidas pela Receita a cada dia.

A segunda estratégia é a Emprega Mais, um conjunto de medidas cosméticas de validade duvidosa e que podem facilmente virar um escândalo, caso de dar vales para qualificação de trabalhadores (é só olhar o Fies).

A terceira proposta, de retirar barreiras para o funcionamento do mercado, traz risco semelhante. Exemplos, não só no Brasil, comprovam que é necessária uma forte atuação do Estado e da sociedade para impedir abusos.

O Brasil 4.0, para modernização, é importante, mas como política de médio e longo prazo. Não há sentido em ficar misturada com propostas conjunturais.

Assim, o pacote pode até ter medidas interessantes, mas os empresários só voltarão a existir se existirem consumidores. E a população só volta a consumir se tiver emprego com algum grau de estabilidade. Queiram ou não os xiitas neoliberais que habitam o Ministério da Economia, sem participação forte do Estado, o Brasil continuará andando em círculos.

 

Moro na selva

A Comissão Especial de Estudos em Direito Penal da OAB/RJ apoia o parecer firmado pelo Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB) acerca do projeto da Lei Anticrime, do ministro da Justiça, Sergio Moro. E a OAB/RJ usou palavras duras: “Torna imperioso rememorar, sobretudo ao ministro, porquanto professor e doutor, que ‘efeitos práticos’ não derivam de sonhos, de pantomimas ou de adivinhações.” E ainda: “Procurar ‘efeitos práticos’ e ignorar a teoria é como andar a esmo sem bússola na selva amazônica.”

 

Atualização médica

Como o médico pode dar conta dos milhões de artigos e livros publicados atualmente? Esta pergunta levou um grupo de médicos a criar a Dr Tips, uma plataforma de cursos online e vídeos. “O conteúdo médico se renova 100% a cada quatro anos. Mesmo se o profissional estudar o tempo todo, é impossível ficar totalmente atualizado. Nossa meta é revolucionar o aprendizado neste meio, reduzindo o tempo do aprendizado com aumento do aproveitamento”, afirma o médico Paulo César Fernandes, um dos sócios-fundadores da Dr. Tips.

Os participantes dos cursos podem compartilhar dúvidas e respostas, facilitando a atualização dos médicos e incrementando a formação dos estudantes. Além de Fernandes, participam do conselho da startup os médicos Diego Garcia, Fernando Furlan e Paulo Cesar Rozental, também sócio-fundadores.

Os materiais são produzidos por profissionais nas áreas de Ginecologia e Obstetrícia, Farmacologia, Fisiologia, Psiquiatria, Cirurgia Torácica, Cirurgia do Trauma e Trombo-embolismo Venoso.

 

Vim’ a ser acometida

Pergunta ao ministro que fala como escreve, escreve como pensa, e pensa como ministra: a mulher do Queiroz é cônge com jê ou é cônje com giota? Não sabemos. Mas arriscamos que, se depender do ministro, ela não será acometida por ‘violenta emoção’. Sorte que Dona Marisa não teve.

 

Rápidas

O Movimento #TamoJunto9ºano realiza, na próxima quarta-feira, das 9h às 18h, na Uerj, em São Gonçalo (RJ), o I Seminário Intersetorial para Valorização da Educação Pública. O evento será aberto pelo teólogo Leonardo Boff *** A Secretaria de Saúde do Estado do Rio realizará, dias 10 e 11, campanha de vacinação contra a febre amarela no Caxias Shopping, das 14h às 17h *** Beto Filho assume pela quarta vez a presidência da Associação Brasileira de Franchising Seccional Rio de Janeiro (ABF Rio) *** Distratos imobiliários na perspectiva do Poder Judiciário é o tema do seminário que o Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB) realizará na próxima segunda-feira, das 10h às 12h30. Inscrições em iabnacional.org.br/eventos *** O IAG – Escola de Negócios da PUC-Rio fará na próxima terça, das 18h40 às 21h20, o evento “Painéis em Gerenciamento de Projetos” em uma comemoração dupla: 15 anos da criação do MBA em Gerenciamento de Projetos, Programas e Portfólios do IAG e da assinatura do acordo de parceria com o PMI-Rio. Inscrições: bit.ly/workshopgp

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Capitalismo na origem da pandemia

Agronegócio e destruição do habitat estão nas raízes de 70% das novas doenças infecciosas.

Bitcoin leva 2 pancadas de uma vez

Pagamento de resgate a hackers e declaração de Musk mostram ‘lado negro da força’.

Taxação sobre heranças reflete desigualdade

Apenas 0,5% da receita vem de impostos sobre bens deixados ou doados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Prisão de Pazuello na CPI é improvável, afirma jurista

Liminar concedida por Lewandowski será submetida à apreciação da Corte.

Turismo caiu 17,6% em março

No primeiro mês pandêmico no Brasil, março de 2020, setor viu receitas caírem 22,3%; ante mesmo mês de 2019, retração é de mais de um terço.

Custo de produção de suínos passa dos R$ 7 por quilo vivo

Em abril, os custos para produzir suínos aumentaram 2,33% ante março, fazendo indicador do setor medir a variação nos custos de produção.

Europa opera em comportamento negativo nesta manhã

A Bolsa de Frankfurt cedia 0,80% e Londres operava em queda de 0,66%.

EUA: serviços públicos puxam recuperação da indústria

Nível de produção segue abaixo do período anterior à pandemia.