País atrás das grades

O número de assassinatos nos EUA cresceu 10,8% de 2014 para 2015, o maior acréscimo desde 1971, interrompendo uma longa tendência de queda, segundo dados do FBI. Foram 15.696 assassinatos, número igual ao de 2009. Ainda assim, é quase a metade do alcançado em 1991, pico da onda de crimes das décadas de 1980 e 1990.

A taxa de crimes em geral, porém, cresceu somente 3,9%, enquanto o número de crimes violentos caiu 2,6%.

A alta da taxa de assassinatos está concentrada em dez grandes cidades, incluindo Washington, Baltimore e Chicago. E os dados de 2016 não são animadores. A projeção é de acréscimo de 13,1% nestas cidades, especialmente Baltimore, Houston e Chicago. Esta responde por 50% do aumento do número de assassinatos e ferimentos a bala no ano passado.

O aumento da violência virou tema principal das campanhas eleitorais nesta segunda-feira. Especialistas temem o recrudescimento de políticas de tolerância zero, que atingem principalmente negros, hispânicos e pobres. Um diretor do FBI chegou a dizer que a filmagem de ações policiais por pessoas com smartphones inibe as forças de segurança, o que estaria levando ao crescimento do número de crimes.

Os Estados Unidos têm uma das maiores populações carcerárias do mundo, senão a maior. A candidata democrata Hillary Clinton, em discurso ano passado, afirmou que os EUA têm 5% da população mundial, mas 25% da população carcerária.

O número parece um pouco exagerado, mas outras fontes vão na mesma direção. Segundo o World Prison Population List, da ONG inglesa International Center for Prison Studies, nos Estados Unidos a taxa é de 716 prisioneiros por 100 mil habitantes – metade dos 222 países da lista tem média inferior a 150 por 100 mil.

Outro levantamento mostra que os países da Europa tinham, em média, 133,5 presos por 100 mil cidadãos em 2013; nos EUA, a proporção era de 478 por 100 mil; no vizinho Canadá, de 188.

Boi no mar

Um contêiner carregado de carne bovina in natura da JBS zarpou sexta-feira passada do Porto Itapoá, no Norte de Santa Catarina, com destino a Philadelphia, na Pensilvânia. Trata-se do primeiro embarque de carga bovina in natura após 17 anos de negociações entre o Brasil e os Estados Unidos.

Com o acordo firmado entre os dois países, deverão ser embarcados mensalmente pelo Porto Itapoá 3 mil toneladas de carne bovina para os Estados Unidos. Em maio do ano passado, com um acordo semelhante firmado entre Brasil e China, Itapoá já havia sido pioneiro na retomada do embarque de carne bovina para aquele país asiático.

Barão da Marinha

Nesta última semana de setembro, a Organização Marítima Internacional (IMO) celebra o Dia Marítimo Mundial, criado em 1978. O tema do evento este ano será “Transporte marítimo: indispensável para o mundo”. A Marinha do Brasil, no Rio de Janeiro, vai comemorar a data nesta terça-feira, no Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (Ciaga). A cerimônia homenageará o patrono da Marinha Mercante do Brasil, Irineu Evangelista de Souza, o Barão de Mauá.

Massacre

Completaram-se, nesta segunda, dois anos do assassinato de 43 estudantes em Ayotzinapa, México, sem qualquer solução quanto aos autores do crime.

Rápidas

O Programa de Voluntariado da Classe Contábil (PVCC) do Conselho Regional de Contabilidade do Rio (CRCRJ) realizará, em 27 de outubro, seminário para apresentar o Observatório Social (OS) aos cidadãos do Rio de Janeiro. O OS é um espaço aberto à sociedade, com o intuito de exercer a cidadania por meio da fiscalização em relação à transparência e à qualidade na aplicação de recursos públicos. O evento acontecerá no Auditório da Associação Comercial do Rio de Janeiro, na Rua da Candelária, 9, no Centro, de 13h30 às 17h30. Inscrições: www.crc.org.br *** Na próxima quinta-feira, começa o XII Congresso Internacional de Nutrição Funcional, promovido pela VP – Centro de Nutrição Funcional, no Centro de Convenções Frei Caneca SP (Shopping Frei Caneca) *** A Associação Nacional de Jornais entrega o Prêmio ANJ de Liberdade de Imprensa 2016 nesta quarta-feira, no Royal Tulip Brasília Alvorada, em Brasília, com a participação do ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha. Serão agraciados são o jornal Gazeta do Povo e cinco de seus profissionais que sofrem assédio judicial de magistrados do Paraná *** A Associação dos Advogados de São Paulo (Aasp) e o Espaço Jabuti realizam o circuito de palestras “Direito e Meio Ambiente – Questões atuais”, nestas terça e quinta-feira, a partir das 19 horas, na sede da entidade (Rua Álvares Penteado, 151 – Centro). Inscrições: www.espacojabuti.com.br/eventos *** As centrais sindicais se reunirão nesta terça-feira, a partir de 9h, com Sandro Mabel, assessor especial do presidente da República, e com o ministro da Indústria, Marcos Pereira. É a primeira reunião do Fórum Nacional de Desenvolvimento Produtivo *** Pelo segundo ano consecutivo, a nova/sb é escolhida Agência do Ano pelo Prêmio Colunistas de Brasília.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Bolsonaro invade TV Brasil

Programação foi interrompida 208 vezes em 1 ano para transmissão ao vivo com o presidente.

FMI: 4 fatores ameaçam inflação

Fundo acredita que preços deem uma trégua no primeiro semestre de 2022, mas...

Pandora Papers: novos atores nos mesmos papéis

Investigação mostra que pouco – ou nada – mudou desde 2016.

Últimas Notícias

Elevação na Selic deve repercutir no mercado

EUA: divulgação de PIB do terceiro trimestre e balanços de grandes empresas são o foco das atenções no cenário internacional.

TSE forma maioria contra cassação da chapa Bolsonaro-Mourão

PT, PCdoB e PROS pedem cassação da chapa por cometimento de abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação.

IGP-M acumula inflação de 21,73% em 12 meses

Alta da taxa de setembro para outubro foi puxada pelos preços no atacado.

Mirando agora na PEC dos Precatórios

Ultrapassada a decisão do Copom, investidores vão mirar na avaliação da PEC cheia de 'jabutis' que ainda não foram retirados.

Funcionalismo público: críticas e realidade da categoria

Por Relly Amaral Ribeiro.