Países latino-americanos apoiam acordo na Colômbia

Internacional / 17:58 - 4 de out de 2016

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Os governos do Brasil, da Argentina, do Chile, do México, do Paraguai e do Uruguai manifestaram apoio ao acordo de paz assinado entre as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e o governo colombiano, assinado no dia 26 de setembro, após mais de 50 anos de conflito armado. Após o acordo, o presidente colombiano José Manuel Santos convocou um referendo para os cidadãos se manifestarem sobre o processo de paz. Os colombianos, no entanto, rejeitaram o acordo por pouco mais de 50% dos votos.

Em nota conjunta assinada pelo ministro das Relações Exteriores do Brasil, José Serra, e pelos chanceleres dos outros cinco países latino-americanos, os diplomatas manifestam “convicção” de que o resultado do referendo “não deve significar uma rejeição à paz ou o regresso ao conflito”. Além de felicitarem as duas partes envolvidas na negociação de cessar-fogo e de enfatizarem que a “paz é um alor que se constrói com esforço e perseverança”, os chanceleres ressaltaram a importância de “forças políticas” do país buscarem pontos de acordo e unidade "para que se continuem a construir, entre todos os colombianos, caminhos para que a paz seja possível e saia fortalecida”.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor