Países não quebram; países pioram

Europeias e os índices futuros de Nova Iorque operam em queda sólida com o avanço da Covid-19 ao redor do mundo.

Opinião do Analista / 12:44 - 28 de out de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

As Bolsas europeias e os índices futuros de Nova Iorque operam em queda sólida com o avanço da Covid-19 ao redor do mundo e sobre a possibilidade de novas restrições - lockdown (confinamento) - para com o tecido social de alguns países. Soma-se ao fato as incertezas que circunscrevem a eleição presidencial norte-americana e a espera de balanços corporativos e desaguamos no cenário desta quarta-feira: a Bolsa de Londres cedia 1,44%, a de Frankfurt caía 2,80% e a de Paris recuava 2,50% enquanto que, no mercado futuro, o Dow Jones caía 1,63%, o S&P 500 recuava 1,34% e o Nasdaq perdia 1,05%. Do outro lado do globo, as Bolsas da Ásia fecharam sem direção única no dia de hoje dado, principalmente, o panorama preocupante da evolução do novo coronavírus. O índice japonês Nikkei caiu 0,29% em Tóquio, o Hang Seng recuou 0,32% em Hong Kong, mas o sul-coreano Kospi avançou 0,62% em Seul. Na China continental, o Xangai Composto subiu 0,46%. Na Oceania, o S&P/ASX 200 avançou 0,11% em Sydney, após recuar nas quatro sessões anteriores.

.

Pedro Molizani

Trader Mesa de Câmbio

Travelex Bank

www.travelexbank.com.br

Fonte: Broadcast

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor