25.1 C
Rio de Janeiro
domingo, janeiro 17, 2021

Palpite duplo

“O PSOL se preocupa com a crescente pauta conservadora introduzida pela aliança PSDB-DEM, querendo reduzir o debate a temas religiosos e falsos moralismos, bloqueando assim os grandes temas de interesse do país. Por outro lado, esta pauta leva a candidatura de Dilma a assumir posição ainda mais conservadora, abrindo mão de pontos progressivos de seu programa de governo e reagindo dentro do campo de idéias conservadoras e não contra ele.” É assim que a Executiva Nacional do PSOL analisa o segundo turno das eleições. Pesando uma e outra candidatura, decidiu por “nenhum voto em Serra”. Mas, ao mesmo tempo em que afirma não aderir à campanha Dilma, recomenda à militância voto nulo/branco ou voto em Dilma.

Um cá, outro lá
O candidato do PSOL à Presidência, Plínio de Arruda Sampaio, recomenda a seus pouco mais de 1 milhão de eleitores o voto nulo. Por seu lado, o deputado federal Chico Alencar, do Rio de Janeiro, reeleito com pouco mais de 240 mil votos, optou pelo “voto crítico” em Dilma Roussef.

Pré-sal
O tucano David Zylbersztajn, principal assessor de Serra na área de energia, continua onde sempre esteve. Nunca é demais lembrar que, ao tomar posse na ANP, no Governo FH, foi autor da célebre frase, dita aos executivos de multinacionais:  “O petróleo é vosso!”.

O 34º
O salvamento exitoso dos 33 mineiros da mina de São José também ajudou a resgatar parte da popularidade perdida do presidente do Chile, Sebastián Piñera. Apenas seis meses depois de tomar posse, em março, Piñera, um fanático defensor dos cortes de gastos públicos e das privatizações, já experimentava forte desidratação nos índices de popularidade.

Maioridade
O monumento mais visitado de Brasília, o Templo da Boa Vontade, que recebe mais de 1 milhão de turistas do Brasil e do exterior, completa 21 anos dia 21 próximo.

Economia
Se encerram no próximo dia 31 as inscrições para o Prêmio CNH de Jornalismo. Organizado pela CNH Latin América, fabricante de equipamentos agrícolas e para construção do grupo Fiat, o prêmio distribuirá, no total, R$ 35 mil às três melhores reportagens impressas e publicadas em português sobre a economia brasileira, no período de 1 de novembro de 2009 a 31 de outubro de 2010. As inscrições podem ser feitas pelo endereço eletrônico www.premiocnh.com.br ou enviados para Idéia Comunicação Empresarial – Prêmio CNH de Jornalismo Econômico, à Rua Marília de Dirceu 226/8º andar – CEP: 30170/090, Belo Horizonte, Minas Gerais.

Cara certo
A observação é de um gozador de plantão, a propósito da agenda fundamentalista que domina a campanha eleitoral: “Pelo visto, o candidato que deveria ter ido ao segundo turno era o José Eymael, um democrata-cristão.”

Artigo anteriorDuplo efeito negativo
Próximo artigoLá também
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

Não foi a disrupção que derrotou a Ford

Mercado de automóveis está mudando, mas montadora sucumbiu aos próprios erros e à estagnação que já dura 6 anos.

Quantas mortes pode-se debitar na conta de Bolsonaro?

Se índice de óbitos por Covid-19 no Brasil seguisse a média mundial, teriam sido poupadas 154 mil vidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Varejo sente redução no auxílio e alta da inflação

Comércio ficou estável em novembro e quebrou sequência de recuperação.

Senado quer que Pazuello se explique

Pedido de convocação para cobrar ação do Ministério da Saúde no Amazonas.

Lenta recuperação na produção industrial dos EUA

Setor ainda está 3,6% abaixo do nível anterior à pandemia.

Realização de lucros em âmbito global

Bolsas europeias e os índices futuros de NY operam em baixa nesta manhã de sexta-feira.

Desaceleração deve vir no começo do primeiro trimestre

Novo pacote de estímulo fiscal, bem como o avanço da imunização, deve garantir reaceleração em direção ao final do período.