Pandemia faz BC reduzir Selic para 3,25% na reunião de 6.05

Em cenário negativo, taxa pode ser reduzida ainda mais.

Opinião do Analista / 15:27 - 26 de mar de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Nossa expectativa - O tom do relatório de inflação foi bastante semelhante à minuta e ao comunicado do Copom, o que era amplamente esperado. Nesse sentido, mantemos nossa opinião de que a deterioração das condições econômico-financeiras por conta da pandemia de coronavírus fará com que o Banco Central reduza a taxa Selic em mais 50 pbs para 3,25% na reunião de 6 de maio.

Esperamos que a taxa Selic permaneça em 3,25% a partir de maio, assumindo que o Banco Central continuará usando ferramentas adicionais para evitar uma deterioração mais acentuada da atividade econômica, e principalmente porque esperamos que a pandemia de coronavírus já esteja controlada no segundo semestre deste ano.

Obviamente, no caso de um impacto mais prolongado do que o esperado do coronavírus, existe um risco considerável de maior desaceleração do PIB, até mesmo um resultado negativo para todo o ano de 2020, bem como uma inflação mais baixa do que a nossa projeção do IPCA de 2,7% para este ano. Nesse cenário negativo, a taxa Selic pode ser reduzida ainda mais.

.

Mitsubishi UFJ Financial Group, Inc. (MUFG)

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor