Pão pita tradicional poderá ser feito em escala industrial

Novo sistema é capaz de produzir até 1.000 quilos/hora de pita.

De acordo com uma pesquisa da Fiesp, 80% dos brasileiros se esforçam por alimentação saudável e 71% preferem esse tipo de produto, mesmo que tenham que pagar mais. Já o estudo realizado pela Euromonitor Internacional, indicou que os alimentos naturais e saudáveis tiveram um crescimento de 33%, entre 2015 e 2020. No setor de alimentação, a expectativa é de recuperação completa em 2022 após a pandemia da Covid-19, segundo uma pesquisa da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (Abia).

Neste cenário extremamente positivo, a Reading Bakery Systems (RBS), empresa de desenvolvimento e comercialização de máquinas para fabricação de lanches, apresenta sua mais recente inovação: um sistema para preparar lanches pita assados em grande escala. Tradicionalmente, a produção do pão pita (feito com levedura e que pode ser redondo ou oval e de tamanho variável) é baseada em um sistema artesanal, mas com a alta demanda por produtos saudáveis, com compradores cada vez mais exigentes que buscam não apenas sabor, mas também variedade.

“O Brasil é um dos maiores mercados da América Latina e do mundo e, apesar de termos vários clientes, é um país no qual sempre buscamos ter uma presença maior devido ao seu grande potencial, onde queremos desenvolver um representante local para estar mais próximo de nossos clientes” afirma Luis Montoya, gerente de vendas da Reading Bakery Systems para a América Latina.

Segundo Luis Montoya, a tecnologia deixa o produto mais crocante e atende todas as características da pita feita de forma artesanal, e, além disso, permite maior variedade ao preparar pitas com produtos como batata ou queijo com controle de temperatura, textura e sabor no ponto exato. “Isso é um sinal da flexibilidade de nossas equipes pois, com essa inovação, permitiremos que nossos clientes ampliem a gama de seus produtos o que, por sua vez, permite expandir seus negócios para outros mercados e consumidores ou tornar os consumidores existentes ainda mais rentáveis”, diz Montoya, cuja estratégia de acesso ao mercado da RBS é a venda direta, mas, para o Brasil, a empresa prioriza ter representantes locais.

Além disso, a empresa busca outras oportunidades no mercado brasileiro, como a de alimentos e cookies assados para animais de estimação. A América Latina é a segunda região do mundo com maior crescimento em alimentos para animais de estimação entre o período de 2014 – 2024, com taxa de crescimento anual composto de 13% em ração para gatos e 7% para cães. No caso específico do Brasil, trata-se do país com maior projeção de crescimento no mundo depois da China e Estados Unidos.

Entretanto, a nova tecnologia RBS também é pensada para clientes conscientes de seu impacto no meio ambiente e possui um sistema energético eficiente, com redução de emissões de gases de forno. “Até 2026, é esperado um crescimento de 82.300 mil toneladas adicionais de snacks à demanda de 2021; os clientes exigem cada vez mais snacks saudáveis, logo, nossas soluções contribuem não só para o crescimento da indústria ao fornecer mais alternativas, mas também permitem que nossos clientes respondam ao crescimento dessa procura”, concluiu Montoya.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Bebidas Online busca captar R$ 2 milhões com pessoas físicas

Com crescimento projetado de 19% para 2022, startup de delivery de bebidas usará recursos nas áreas de marketing, desenvolvimento de produtos e expansão do time

Cibra destaca importância de fertilizante para as cooperativas

Luiz Freiberger: 'Criação de novos relacionamentos e negócios e o fortalecimento daqueles já existentes'

Últimas Notícias

Geladeiras devem exibir nova etiqueta de eficiência

Comércio varejista tem prazo até 30 de junho de 2023 para continuar vendendo os produtos com a etiqueta antiga.

Mercado pet deve crescer 14% em 2022

Chile é o país que mais importou produtos pets brasileiros no primeiro trimestre; setor prevê novas exportações neste ano.

FGTS vira moeda do governo para movimentar a economia

Atualização monetária das contas do Fundo não acontece e trabalhador continua no prejuízo.

EUA: tiroteio em escola bate maior número em 20 anos

Segundo relatório, houve apenas 23 incidentes com vítimas fatais durante o ano letivo de 2000/2001.

Bebidas Online busca captar R$ 2 milhões com pessoas físicas

Com crescimento projetado de 19% para 2022, startup de delivery de bebidas usará recursos nas áreas de marketing, desenvolvimento de produtos e expansão do time