Papa tudo

Os gastos dos brasileiros com tarifas de serviços públicos privatizados atingiram em 2004 o maior patamar dos últimos 11 anos. De cada R$ 4 recebidos pelo brasileiro, quase R$ 1 é destinado ao pagamento das contas de água e esgoto, gás encanado, energia elétrica, ônibus urbano, metrô e telefone fixo, segundo estudo da consultoria Global Invest.
Em 1994, ano inicial do Plano Real, os gastos com esses seis tipos de tarifas representava 10,9% da renda do trabalhador. Dez anos depois, com as privatizações, esse número saltou para 23,1%. Para os responsáveis pela pesquisa, o salto nos preços das tarifas é uma das causas da compressão do mercado interno, ao reduzir o dinheiro que poderia destinado a alimentação, saúde e educação.

Almirante
Maior salão náutico da América Latina, o Rio Boat Show começa na próxima sexta-feira, na Marina da Glória, com expectativa de receber 60 mil visitantes de alto poder aquisitivo. Em pesquisa realizada no ano passado com o público, foi possível detectar que 50% têm seguro de vida e investe no mercado financeiro, 74% já viajaram para o exterior e 83% possuem cartão de crédito. A última edição do evento registrou faturamento de US$ 45 milhões.

BBB
A American Online (AOL) não resistiu ao sucesso dos shows tipo Big Brother e resolveu lançar o The Startup, que irá acompanhar pela Internet o dia-a-dia de quatro pequenas empresas durante seu primeiro ano de vida. São elas um spa, um parque temático, uma loja de especiarias e uma butique de roupas para meninas.

Tem razão
Os segmentos Calçados & Artigos de Couro, Padaria & Lanchonete e Farmácias & Drogarias são os de melhor conceito entre os consumidores de Nilópolis (Baixada Fluminense). Noventa empresas do município foram pesquisadas para o 1º Prêmio Mérito Empresarial, que será entregue a 30 empresas na próxima quinta-feira.

CPI lucrativa
Já passou da hora de os CPIfóbicos arquivarem o argumento sobre os supostos prejuízos que as comissões parlamentares de inquérito trariam ao país. Apesar do significativo silêncio de boa parte da mídia, a CPI do Banestado já permitiu que a Receita Federal recuperasse R$ 2 bilhões em impostos sobre dinheiro cuja movimentação não fora declarada ao Leão.

Mensagem
Toda propaganda oficial do Governo do Rio de Janeiro na televisão terá que dispor de legendas e tradução simultânea para a Língua Brasileira de Sinais (Libras), de forma a garantir a total compreensão da mensagem pelos portadores de deficiência auditiva. A Lei 4.304/2004, de autoria do deputado estadual Otávio Leite (PSDB), foi promulgada pelo presidente da Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), Jorge Picciani (PMDB). A lei fora vetada pela governadora Rosinha Garotinho. No último dia de março, os parlamentares derrubaram o veto.

Menchevique
Já que o ministro Antônio Palocci resolveu revisitar Lenin para se defender das críticas de seu próprio partido à política econômica, classificando-as de “esquerdismo” e “doença infantil”, o distinto público tem direito de ser relembrado das palavras originais do revolucionário soviético. No seu clássico Esquerdismo, doença infantil do comunismo (Edições Símbolo), Lenin, depois de tecer duras críticas aos desvios esquerdistas, considera que “… o erro do doutrinarismo de esquerda ….é muito menos perigoso e grave que o de direita; mas isso se é devido apenas a que é uma tendência novíssima….Só por isso, a doença pode ser,  em certas condições, curada facilmente e é necessário empreender seu tratamento com a máxima urgência.”

Trotskista
Nos tempos em que não era recebido com aplausos nos salões da elite, Palocci militava na esquerdista Liberdade e Luta (Libelu).

Artigo anteriorBrasil vermelho
Próximo artigoRisco real
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

É a saúde (além da economia), estúpido!

Vacinação e estímulos à economia andam juntos; Brasil fica para trás em ambos.

Cortes poupam petroleiras e ‘bolsa refrigerante’

Para liberar auxílio emergencial, governo prejudica setores essenciais.

Inflação e PIB expõem falácia do Teto dos Gastos

‘Faz sentido?’, pergunta Paulo Rabello. ‘Claro que não’.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Lula livre. Até quando?

Jurista: Necessidade de proteger Moro e os procuradores da Lava Jato.

Produtividade na indústria cai com menor produção na pandemia

Para 2021, as perspectivas são melhores, em razão do início da vacinação da população.

Demanda por bens industriais cresceu 0,6% em janeiro

Ipea apontou avanço de 6,6% no trimestre móvel encerrado no primeiro mês de 2021.

Aumenta consumo de pornô por público feminino

Relatório de site de entretenimento adulto revela que 39% do acessos são de mulheres.

Abertura de empresas tem alta de 13,4% em novembro

Segundo Serasa, sociedades limitadas impulsionaram índice; comércio teve alta estimulada por Black Friday e festas de fim de ano.