‘Papo Cabeça’: recurso terapêutico para trabalho com estudantes

Não é novidade para nenhum estudante que aprender se divertindo é considerado o melhor método pedagógico, principalmente nesse momento tenso de pandemia. Atuando há 30 anos na área de Recursos Humanos, a professora do curso de graduação em Psicologia do Centro Universitário Uniabeu, a mestre em Psicologia Social com formação em gerenciamento do estresse pelo International Stress Management Association, Fátima Antunes desenvolveu o jogo Papo Cabeça a partir de um momento em que precisou elaborar um trabalho de reflexão em um treinamento, mas não contava com recursos para auxiliá-la. Inquieta, ela percebeu que poderia criar algo estimulante.

“Naquele momento, eu bati de frente com a falta de recurso disponível para desenvolver a proposta de trabalho a ser apresentada. Eu desejava algo que contribuísse à reflexão sobre variados temas, abrindo espaço para conversas e diferentes possibilidades em um mesmo assunto”, conta a professora Antunes. Ela foi amadurecendo os pensamentos até que chegou à fórmula do Papo Cabeça.

Antunes explica que o jogo é simples, estimulante e fácil de ser colocado em prática. “O Papo Cabeça é um recurso terapêutico para o trabalho com adolescentes e adultos. Por meio de frases de pensadores importantes ao longo da história, contextualizamos assuntos pertinentes ao processo terapêutico, fomentando a discussão sobre questões existenciais”, diz.

Segundo a professora, a dinâmica do jogo possibilita a reflexão sobre o autoconhecimento, processo decisório, automotivação, orientação de carreira, emoções, sentimentos e relacionamento interpessoal, estabelecendo, a partir da objetividade das frases e perguntas, um contato com a subjetividade do individuo. “Ele pode ser praticado de forma individual e em grupos”, destaca.

Quanto à escolha de pensar um jogo convencional, na era digital, a mentora do “Papo Cabeça” justifica que a intenção é permitir a integração entre as pessoas. O jogo é uma alternativa interessante também para os que pensam além do computador. “Apesar de não ser digital, os jovens se identificam imediatamente com o ‘Papo Cabeça’. Isso acontece por ele ser uma atividade interessante, enriquecedora, esclarecedora e que oferece a opção produtiva de informação sem o uso do celular”, destaca Antunes.

Indicado para adolescentes e adultos em processo de orientação de carreira, o jogo pode ser um aliado ainda no momento da escolha da carreira profissional. “Ele ajuda os profissionais que atuam em orientação de carreira, porque estimula o pensamento a respeito de diversos assuntos e cria lacunas para o diálogo e avaliações sobre diferentes possibilidades de um tema”, avalia Antunes.

Serviço:

Jogo: Papo cabeça

Disponível no site: www.terapiacriativa.com.br

Valor: R$120,00

Autoria: Fátima Antunes

Artigos Relacionados

Livro ensina a lidar com o Transtorno do Déficit de Atenção

Proposta é oferecer um suporte para as aflições, além de mostrar a realidade do transtorno e apresentar possíveis caminhos para se encontrar soluções.

Cultura Inglesa lança imersão gratuita de inglês pelo celular

Atividades acontecerão em aplicativos WhatsApp e ClubHouse para prática gratuita do idioma.

DJ Cia lança 1º single ‘Não Espere Perfeição’

Música faz parte de seu 1º álbum ‘Por Onde Andei’.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Jornalista agora pode ser MEI

Senado tentou incluir corretor de imóveis, publicitários e produtores culturais no projeto.

STF determina reintegração de excluídos do Bolsa Família

Ministro Marco Aurélio avaliou que Governo Federal estava descumprindo determinação.

Preços dos medicamentos voltam a subir em março

Segundo levantamento, resultado reflete agravamento da pandemia, colapso das unidades de saúde e depreciação cambial.

Planos devem autorizar exame de Covid de forma imediata

Antes da determinação da ANS, os planos podiam demorar até três dias úteis para garantir o atendimento ao pedido.

Cresce demanda árabe por café verde e solúvel do Brasil

No primeiro trimestre deste ano, país exportou 37% mais café à região; além dos grãos verdes, crus, países têm demandado mais produto solúvel.