Para reduzir custos Cedae abre PDV

92
Torneira jorrando água potável (Foto: Jefferson Rudy/Ag.Senado)
Torneira jorrando água (foto de Jefferson Rudy, Ag.Senado)

A Cedae, para reduzir custos, abriu, nesta quinta-feira, um Programa de Demissão Voluntária (PDV) que oferece aviso-prévio integral, multa de 40% do FGTS (20% previstos na legislação para demissão por acordo mútuo mais 20% de incentivo pagos pela empresa) e prêmio de adesão correspondente a 35% da base de cálculo do incentivo por ano de trabalho na empresa.

A base de cálculo do incentivo corresponde ao salário-base e demais vantagens fixas e variáveis definidas nas regras do PDV. O valor mínimo deste prêmio de adesão será de R$ 75 mil.

O PDV está aberto para parte dos 3.200 funcionários da empresa, e o período de adesão vai de 17 de outubro a 16 de novembro de 2023.

De acordo com a Cedae, será garantido ainda valor correspondente a seis meses de vale-alimentação, vale-café da manhã, vale-refeição, bolsa de estudos, auxílio para pessoas com deficiência ou acometidas por doenças graves e auxílio-creche para os empregados que tenham o respectivo benefício válido no mês em que aderirem ao programa. Os empregados que se desligarem ainda poderão sacar 80% do saldo do FGTS, se forem ativos, ou o saldo total, se já forem aposentados.

O PDV é um instrumento usado por empresas com o objetivo de enxugar o quadro de funcionários. Por meio dele, são oferecidas vantagens para os empregados que aceitam se demitir voluntariamente.

Espaço Publicitáriocnseg

O Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Saneamento e Meio Ambiente (Sintsama-RJ) critica a medida e anuncia que vai à Justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui