Paranóia

Atentado, incêndio, ameaça de bomba. Nessa época de medo, toda sorte de tragédia passou pela cabeça do carioca que passou na sexta-feira em frente ao prédio da Petrobras, no Centro da cidade. Tratava-se, na verdade, de exercício simulado de incêndio e abandono completo do edifício sede da empresa. O treinamento, em parceria com o Corpo de Bombeiros e com a Defesa Civil, envolveu cerca de 8 mil pessoas, entre empregados e visitantes, que estavam no prédio na hora da operação. Para simular o incêndio, foram usadas três bombas de efeito e fumígeno, que provocaram barulho e fumaça no oitavo andar, iniciando o processo de treinamento. Entre os resultados práticos do exercício, o Corpo de Bombeiros identificou que a colocação de ganchos especiais, nos pilares do prédio, será importante para facilitar a saída de pessoas em emergências reais.

Diferença
Se depender do Orçamento do Município do Rio de Janeiro para 2002, o Poder Legislativo e o Tribunal de Contas do Município (TCM) terão menos recursos. Na proposta orçamentária que foi enviada à Câmara dos Vereadores do Rio estão previstos R$ 165 milhões, enquanto que o Legislativo pretende R$ 210 milhões, ou seja, uma diferença de R$ 50 milhões. O aumento de recursos só se efetivará se o legislativo alterar o projeto e aprová-lo em plenário. Para 2000, de acordo com o orçamento em vigor, os recursos são de R$ 150 milhões.

Nossa gente
A Universidade de Campinas (Unicamp) completa, no próximo dia 5 de outubro, seus 35 anos de fundação, com bons motivos para comemorar a data. Ano passado, os alunos dos cursos de pós-graduação da universidade produziram 886 dissertações de mestrado e 545 teses de doutorado. No mesmo período, os professores foram responsáveis por 1.394 publicações científicas indexadas ao Institute of Scientific Information, da Philadelphia (EUA). Os docentes também participaram, em 2000, de cerca de 5 mil projetos de pesquisa, 700 projetos de cooperação e 2,5 mil eventos de natureza científica, acadêmica e/ou cultural.
Entre as atividades de comemoração do aniversário estão a abertura de uma exposição, o lançamento do livro Unicamp 35 anos – Ciência e Tecnologia na imprensa e a entrega do carimbo “Unicamp 35 anos” pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos.

Maquiagem
“Revisão encolhe dívida externa em US$ 16 bilhões.” “Revisão reduz déficit nominal (inclui gastos com juros) em R$ 37,14 bilhões.” E, agora: “Revisão faz PIB passar de 0,8% para 1,8%.” Diante disso, não resta a menor dúvida: a indústria de cosméticos federal está funcionando a todo vapor.

Saudades de Mussolini
Menos de uma semana de proclamar a superioridade do Ocidente sobre o Oriente, o primeiro ministro da Itália, Silvio Berlusconi, teve de, contrito, dar o dito pelo não dito. Debaixo da vara de marmelo da opinião pública internacional, Berlusconi aprendeu que precisa restringir sua retórica fascista ao mercado interno.

Mil e uma utilidades
Em texto publicado no portal Porto Alegre, o economista César Benjamin, coordenador da Consulta Popular, observa que a escolha do Afeganistão como inimigo da vez dos Estados Unidos não é meramente aleatória. Benjamin destaca que a Ásia tem se portado como continente mais resistente à globalização financeira e no qual desenham-se potências ascendentes, com destaque para a China. “Uma tensão duradoura no coração da Ásia se ajusta perfeitamente aos interesses dos EUA. O Afeganistão tem fronteiras com Irã, Paquistão, China, além de ficar muito perto de Índia e Rússia. Ideal para quem deseja manter seus adversários voltados para dentro”, salienta Benjamin.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorContracorrente
Próximo artigoMedíocre

Artigos Relacionados

Falta de servidores traz prejuízo, inclusive financeiro

Fila de segurados no INSS vai engrossar precatórios em R$ 11 bilhões.

Desmonte do Estado se dá pelas beiradas

Miçangas e espelhos empurram reformas administrativas nos municípios.

O que vale pros precatórios vale pra dívida interna?

Se calotes são defensáveis, poderiam ser estendidos para os títulos públicos.

Últimas Notícias

Distribuição comercial: quais cláusulas e condições mais importantes?

Por Marina Rossit Timm e Letícia Fontes Lage.

Mercado corre do risco em momento de estresse

Se tem uma coisa que o mercado é previsível é com relação ao seu comportamento em momentos de estresse é aversão ao risco. “Nessa...

Petrobras: mais prazo de inscrição no novo Marco Legal das Startups

Interessados em participar do primeiro edital da Petrobras baseado no novo Marco Legal das Startups (MSL) poderão inscrever-se até o dia 12 de dezembro....

Canal oficial para investidor pessoa física na B3

A partir desta sexta-feira, a nova área logada do investidor da B3, lançada em junho, passa a ser o canal que centraliza todas as...

Fitch Ratings atualiza metodologia de Rating de Seguros

A Fitch Ratings, agência de classificação de risco, publicou nesta sexta-feira relatório de atualização de sua Metodologia de Rating de Seguros. Segundo a agência,...