Parceria do Brasil com a China no mercado de carnes deve avançar

O Brasil deve deixar de ser um mero exportador e avançar em parcerias com a China na cadeia de carnes, disse o presidente da BRF, Pedro Faria....

Mercado Financeiro / 17:53 - 31 de mai de 2017

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O Brasil deve deixar de ser um mero exportador e avançar em parcerias com a China na cadeia de carnes, disse o presidente da BRF, Pedro Faria. Segundo o executivo, presente no “Brazil Investiment Forum”, a China vai ser responsável por mais da metade do crescimento nos segmentos de suínos e aves nos próximos anos.

“Há uma oportunidade de integrar a cadeia de forma inteligente. Devemos ser não só parceiros da China, mas um real provedor que atenda as necessidades chinesas, como no controle alimentar e outras áreas”, afirmou.

O presidente da companhia também destacou a importância do mercado muçulmano e dos investimentos que já fizeram no segmento halal. Recentemente, a BRF anunciou a compra do maior produtor de aves da Turquia, com intuito de se consolidar nesse mercado.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor