Parcerias pelo desenvolvimento e o emprego no Estado do Rio

Benefícios fiscais para panificadoras e confeitarias.

O presidente da Alerj, deputado André Ceciliano (PT), vem fechando parcerias na Casa em projetos que priorizam o emprego e o desenvolvimento econômico no Estado do Rio. Em uma dessas parcerias, com o deputado Luiz Martins (União), foi proposta a prorrogação dos benefícios fiscais de ICMS para panificadoras e confeitarias até 2032, não mais em dezembro deste ano. O projeto de lei com a proposta foi aprovado por unanimidade em plenário.

 

Financiamento para taxistas

Os taxistas do estado poderão contar com uma linha de financiamento especial para a compra de veículos novos ou usados, com 60 meses para pagar, carência de 6 a 12 meses e juros de até 3% ao ano. A proposta tramita na Alerj e deverá ser votada em breve em plenário. Assinam o projeto de lei o presidente da Alerj, deputado André Ceciliano (PT), e o deputado Dionísio Lins (PP).

 

Falta explicar

O ex-presidente Lula, que pretende voltar ao Palácio do Planalto, está usando todas as armas possíveis contra o presidente Jair Bolsonaro, que busca sua reeleição. Só que analistas políticos lembram que até hoje o petista não explicou qual era (ou é) sua relação com o contador João Muniz Leite, que é investigado pela Polícia Civil de São Paulo, acusado de ligação com o PCC e outros bandidos.

Lucinha (foto Alerj)
Deputada Lucinha (foto Alerj)

CPI coloca SuperVia nos trilhos

Sob pressão da CPI dos Trens, presidida na Alerj pela deputada Lucinha (PSD), a concessionária SuperVia colocou um grande contingente de operários para reparos nas vias férreas este mês. Ainda para agradar os membros da comissão, a empresa anunciou esta semana a volta dos trens expressos do ramal Santa Cruz. Tá uma correria na empresa para que os danos provocados pelas investigações da CPI sejam os menores possíveis.

 

Grana alta

O partido Rede, presidido pela alagoana Heloísa Helena, que deixou seu estado para ser candidata a deputada federal no Rio, apoiará Lula nas eleições presidenciais e este ano receberá R$ 97,6 milhões do fundo eleitoral, apesar de ter somente dois deputados e um senador na atual bancada do Congresso; R$ 47,1 milhões virão dos cinco senadores que a sigla conseguiu eleger em 2018, mesmo depois da debandada de quatro deles.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

SUS poderia ter salvado 338 mil norte-americanos

Assistência à saúde universal pouparia 1/3 das vidas na pandemia.

Ricaços da indústria foram poupados de perdas

Ações de empresas de tecnologia derreteram.

1984

LGPD: a polêmica entre responsabilidade civil objetiva ou subjetiva

Últimas Notícias

Exterior misto deve acrescentar volatilidade nos negócios locais

Nesta quarta, dólar também ganha força ante moedas emergentes e ligadas a commodities, o que deve pressionar o real.

BNDES: R$ 317,2 milhões nos aeroportos de Mato Grosso

Ao todo serão investidos R$ 500 milhões nos quatro aeroportos, com participação de 65% do BNDES

Fintechs emprestaram mais de R$ 12 bi em 2021

Crédito é quase o dobro do ano anterior, diz pesquisa da ABCD e PwC Brasil

Regulador divulga primeiro balanço sobre o 5G em Portugal

No final do primeiro trimestre, já havia 2.918 estações de rede 5G espalhadas por 198 cidades (64% das cidades)

Está mais fácil comprar carro na China

Vendas no varejo de veículos de passageiros atingiram 1,42 milhão de unidades durante o período de 1 a 26 de junho