Parcerias podem ajudar a reerguer os Correios

Em 10 anos com o Bradesco, mais de 11 milhões de contas bancárias foram abertas.

Enquanto a direção dos Correios tenta evitar a greve dos funcionários, pavimentada por um arrocho nos benefícios trabalhistas e por uma péssima negociação, alternativas para o futuro da empresa são postas à mesa. E não têm nenhuma relação com privatização. (Vale o parêntese: nos EUA, os empresários se uniram contra a ideia de Trump de vender o USPS, pois sabe que só a companhia estatal chega a todos os cantos do país.)

A Associação dos Profissionais dos Correios (Adcap) lembra o sucesso no processo de seleção pública de parceiro para o banco postal. O Banco do Brasil pagou aos Correios mais de R$ 2 bilhões, além das taxas definidas para cada operação realizada. Em 10 anos de parceria com o Bradesco, mais de 11 milhões de contas foram abertas.

Além do banco postal, há diversos outros segmentos em que parceiros privados podem ter interesse em investir para exploração exclusiva da rede dos Correios. Pode-se pensar, por exemplo, em seguros, capitalização e logística integrada. Cada negócio desse, colocado na perspectiva do tamanho empresarial dos Correios, pode fazer uma grande diferença para qualquer parceiro”, defende a Adcap.

 

Sadopopulismo

Uma sociedade esfacelada, onde não há mais emprego, apenas trabalho precarizado, o que faz com que milhares de pessoas sobrevivam de bicos, e na qual os direitos sociais foram subtraídos em nome de reformas que, no final das contas, somente ampliaram a desigualdade de renda. E para administrá-la, uma nova forma de fazer política, o sadopopulismo, por meio da qual o governante, deliberadamente, adota medidas que prejudicam a maioria da população, aumentando o seu sofrimento, enquanto faz a exaltação da própria ignorância

Essa radiografia de um país não é exclusividade do Brasil, explica o professor e pesquisador da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Fábio Lopes da Silva no livro Sadopopulismo: de Putin a Bolsonaro (Editora Insular). O professor explica como essa nova forma de governo, baseada na ideia de crise permanente, tomou conta do país. O termo foi cunhado pelo historiador norte-americano Timothy Snyder, professor da Universidade de Yale, que supervisionou uma pesquisa de Fábio entre 2018 e 2019 sobre os escritos do italiano Primo Levi (1919-1987).

 

Poluição fica

A comercializadora nacional Tradener, de Curitiba, começou esta semana a exportar energia para a Argentina, gerada em termelétricas. O Brasil exporta eletricidade e fica com a conta da agressão ao meio ambiente causada pela queima do gás.

 

Doces

A doceria carioca Lecadô inaugurou um quiosque no Passeio Shopping, em Campo Grande, e abrirá, até o final do mês, uma loja na tradicional Galeria Condor, no Largo do Machado. Com essas inaugurações, passa a contar com 26 lojas próprias e franqueadas. Até o final do ano, os planos são de inaugurar cinco unidades.

 

O mundo gira

Alexandre de Moraes, 2016: pro petismo, advogado do Cunha e PCC; pro antipetismo, avalista da democracia. Alexandre de Moraes, 2020: pro petismo, avalista da democracia; pro antipetismo, advogado do Cunha e PCC.

 

Rápidas

A Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio e Indústria do Rio de Janeiro fará a segunda edição do “Desafio de Gestão”, com participação da Enel. Na 1ª etapa, dia 29, entre 16h e 17h30, a companhia de energia apresentará os seus principais desafios. Em seguida, empresas com soluções inovadoras poderão se inscrever para participar de uma rodada B2B virtual com os executivos da multinacional italiana, que acontecerá em 6 de agosto, entre 9h e 18h. Inscrições aqui *** Nesta quarta, às 20h, o coletivo A Liga realizará encontro virtual com a secretária de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio, Danielle Barros. Em pauta, a Lei Aldir Blanc e a cultura nas redes para a cena. No Facebook da Liga @aligario2020 *** O Lawgorithm e o Instituto LGPD realizarão congresso “Inteligência Artificial e o Combate à Covid-19: Desafios Regulatórios”, dia 30, das 08h30 às 13h30. Inscrição aqui *** A Aasp realizará nesta quinta-feira, às 16h, o webinar “As revisões previdenciárias à luz do Decreto 10.410, de julho de 2020”. Inscrições aqui *** O Conselho Federal de Contabilidade (CFC) marcou para 16 de agosto a primeira edição do Exame de Suficiência 2020, que será na modalidade a distância e apenas para os pouco mais de 40 mil candidatos já inscritos e com boletos pagos.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Engie valerá R$ 2,5 bi a mais após acordo com Aneel

Semana passada, o Monitor noticiou que a proposta da Aneel de repactuação do risco hidrológico (GSF) deixaria a conta a ser paga pelo pequeno...

Apelo de Biden ao multilateralismo fica sem crédito

Na ONU, presidente dos EUA desmente mundo dividido em blocos rígidos.

Fintechs e bancos disputam quem cobra mais

‘Não temos vergonha de sermos bancos’, diz Febraban; mas deveriam.

Últimas Notícias

Arrecadação atípica de exportação de commodities turbina receita

Tributos alcançam quase R$ 1,2 tri em 8 meses e batem recorde.

Indústria da hipertensão e diagnóstico por imagem movimentará R$ 22 bi

Foram realizados cerca de 55,6 milhões de procedimentos ambulatoriais e hospitalares.

Receita apreende mercadorias piratas avaliadas em R$ 1 milhão

Foram apreendidos na operação 170 volumes de mercadorias englobando videogames e acessórios, roteadores, entre outros.

Prorrogada a CPI dos royalties do Rio por 30 dias

Prorrogação do prazo se deve à complexidade da matéria e aos vários documentos requisitados que ainda estão sendo recebidos pela comissão.

Governo dos EUA se prepara para paralisação na semana que vem

Em outra frente de luta, líder democrata Nancy Pelosi anuncia acordo sobre pacote de Biden.