Parece brincadeira, mas não é. O senador João

Alberto informou oficialmente que o relatório parcial sobre as irregularidades na operação de socorro aos bancos Marka e FonteCindam não ficará pronto no fim desta semana, como estava previsto. Segundo o relator, a CPI decidiu esperar para ter mais informações sobre o resultado das fiscalizações especiais pedidas ontem à Receita Federal. E essa decisão fará com que as acusações tenham mais consistência e forneçam dados para auxiliar as investigações do Ministério Público.

Como o espírito de Torquemada ainda não desencarnou do senador João Alberto, na sua incansável busca pela condenação à fogueira de Cacciola e seus amigos, o relator da ex-CPI dos bancos agora ameaça a diretoria da antiga Telerj, agora Telemar-Rio. Por considerar que a companhia ainda não enviou a lista dos telefonemas dados pelo ex-dono do Marka, pelos irmãos Sérgio e Luís Bragança e pelo economista Rubem Novaes, pretende processá-la por obstrução à Justiça.

O senador João Alberto, no entanto, promete apresentar o relatório parcial na próxima terça-feira, para ser lido em plenário na quarta ou na sexta-feira. Isso se a comissão receber rapidamente as informações solicitadas à Receita Federal e à Telemar-Rio. Em compensação, como a Folha de S.Paulo não fez a menor referência, o relator da agora CPI do Cacciola não demonstrou a menor preocupação em apurar quais os bancos que estavam na puxada que elevou a cotação do dólar, na terça-feira, a até R$ 1,76. Evidentemente, encontrará as mesmas instituições que participaram da bandalheira do último verão. Mas isso não é importante. O importante é condenar o italiano do Marka para servir de exemplo a todos os banqueiros estrangeiros.

Com as decisões que serão tomadas na assembléia, haverá grande alteração na composição do controle do banco Boavista Interatlântico. O banco Crédit Agricole aumentará sua participação de cerca de 23% para 40%. O grupo português Espírito Santo manterá posição de aproximadamente 38%, enquanto o grupo Monteiro Aranha ficará com cerca de 20% do capital. E os controladores farão oferta para a aquisição dos 4% que atualmente se encontram em poder do público.

A holding Interatlântico S.A. fará chamada de capital no valor de US$ 100 milhões, dos quais US$ 50 milhões serão repassados ao Boavista e o restante será utilizado para honrar os compromissos assumidos com a securitização de créditos duvidosos, realizada no ano passado, e pagar a recompra das ações dos minoritários.

Devido a divulgação de baixo índice de consumo, o que aparentemente indica desaquecimento da economia norte-americana, a Bolsa de Nova York operou em alta e mostrou valorização de 1,62% no fechamento. Ao mesmo tempo, as ações brasileiras voltaram a subir e o Ibovespa registrou ganhos de 6,06%. Por causa disso fica a pergunta: o mercado brasileiro voltou a ficar atrelado ao norte-americano? Ou os investidores apostam que não haverá desdobramentos sobre a denúncia do envolvimento do presidente Fernando Henrique Cardoso na formação dos consórcios que participaram do leilão da Telebrás? E a fita que não foi divulgada, já foi esquecida?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Nelson Priori (1942–2020)

Vida profissional marcada pelo jornalismo e pela luta em defesa do mercado de capitais.

Problema na Bolsa de Tóquio; sorte é que foi no feriado

Falha em hardware paralisou distribuição de informações ao mercado.

IRB é do 8% ou do 80%

Emissão de R$ 900 milhões em debêntures alavanca ações.

Últimas Notícias

Armazém Cultural: Câmara debate veto do prefeito do Rio

.Comissão de Justiça e Redação recomenda rejeição ao veto

Plataformas da Bacia de Campos tem hotéis flutuantes

Petrobras estuda investir US$ 220 milhões até 2023

Ações do setor de saúde puxam Ibovespa

Destaque também para Petrobras, que celebrou novo aditivo ao contrato de compra de gás natural com a YPFB

Governo de MG conclui leilão de 627,4 km de rodovias

Investimentos de R$ 3,2 bi, sendo R$ 1,4 bi nos oito primeiros anos da concessão

Bancos chineses: mais empréstimos para empresas privadas

No final de junho aumento de 11,4% em relação ao ano anterior