Parte da megausina hidrelétrica chinesa está em funcionamento

Uma megausina hidrelétrica construída a uma altitude média de 3.000 metros, a mais alta de seu tipo na China, entrou em operação na quarta-feira (29). A construção do projeto, com um investimento aprovado de 66,46 bilhões de iuanes (US$ 10,3 bilhões), começou em outubro de 2014 e deverá ser concluída totalmente até 2023, de acordo com a Yalong River Hydropower Development Company, Ltd. (Yalong Hydro).

As duas primeiras unidades de geração de energia de 500 mil kW entraram em operação na usina hidrelétrica de Lianghekou, no rio Yalong, na sub-região autônoma tibetana de Garze, na Província de Sichuan, marcando a operação da usina com uma capacidade instalada total planejada de 3 milhões de kW.

A capacidade de armazenamento do reservatório foi projetada para atingir 10,8 bilhões de metros cúbicos, e espera-se que o volume anual de geração de energia ultrapasse 11 bilhões de kWh após a operação total.]

Energia limpa

Segundo a agência Xinhua, a bacia do rio Yalong é uma das bases de energia limpa da China. A Yalong Hydro planejou criar um “corredor de energia limpa” com uma capacidade instalada total de 80 milhões de kW de energia limpa, incluindo energia eólica e energia fotovoltaica.

A Yalong Hydro promoverá a construção da base de energia limpa da bacia do rio Yalong para contribuir com as metas de redução de emissões de carbono da China, disse Bai Tao, presidente da State Development and Investment Corp., Ltd., acionista controladora da Yalong Hydro.

A China anunciou que se esforçará para atingir o pico das emissões de dióxido de carbono até 2030 e alcançar a neutralidade de carbono até 2060.

Leia também:

China: Ampliar apoio à energia verde agrada banco de investimento

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

ONU: 274 milhões precisarão de ajuda e proteção de emergência em 2022

Moçambique é único lusófono coberto na resposta a 63 países.

Honduras: Xiomara já se organiza para os primeiros 100 dias de governo

Renascimento econômico e o retorno às aulas estão sendo priorizados.

BAII: US$ 1 bi para apoiar recuperação pós-desastre em Henan

O Banco Asiático de Investimento em Infraestrutura (BAII) aprovou a alocação de US$ 1 bilhão para um projeto de apoio à recuperação pós-desastre na...

Últimas Notícias

Contração seguida do PIB configura recessão técnica

A quinta-feira foi marcada pela repercussão dos dados divulgados sobre o Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos...

Renova Energia fecha negócio da Brasil PCH

A Renova Energia, em recuperação judicial, concluiu nesta quinta-feira a venda de sua posição majoritária na Brasil PCH, sociedade que reúne 13 usinas de...

ANP aprova novas regras para firmas inspetoras de combustíveis

A Diretoria da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aprovou nesta quinta-feira (02) a resolução que revisa os requisitos necessários para...

Dia de alta para Petrobras e Braskem

A quinta-feira foi um dia de propensão a risco. “Tivemos uma alta bastante expressiva de alguns papéis na bolsa como Petrobras e Braskem. A...

B3 faz leilão do Fundo de Investimentos da Amazônia

Dia 16 de dezembro, a B3 realizará o leilão de valores mobiliários integrantes da carteira de ações do Fundo de Investimentos da Amazônia (Finam),...