Peixes se multiplicam, mas não houve milagre

Neste domingo, um jornal do Rio de Janeiro deu manchete principal para a revitalização da Lagoa Rodrigo de Freitas, destacando a...

Neste domingo, um jornal do Rio de Janeiro deu manchete principal para a revitalização da Lagoa Rodrigo de Freitas, destacando a limpeza de suas águas e o surgimento de novas espécies de animais, com depoimentos otimistas e efusivos de muitos biólogos. A matéria é especialmente interessante ao mostrar a recuperação de uma área nobre e querida dos cariocas, porém fica parecendo que essa conquista foi fruto de uma ação divina. Deus sempre está presente, mas sem ajuda aqui embaixo, só milagre. E a revitalização teve uma grande pitada da engenharia e decisão política – ainda que, hoje, fuja-se de tudo que tenha sido feito na Era Cabral como o Tinhoso foge da cruz.

O Governo do Estado – mais precisamente, a Cedae, com recursos do Fecam – implantou no entorno da Lagoa um cinturão de coleta de lançamento de esgoto, inclusive na rede de águas pluviais; mapeou e eliminou os históricos lançamentos de águas servidas, de prédios, postos de gasolinas, feiras populares, clubes, entre outros; reconstruiu as oito elevatórias da Zona Sul. Uma delas, a do Leblon, tinha a placa da inauguração feita por Getúlio Vargas, a da ampliação feita por Juscelino Kubitschek e só. Aliás, nesta elevatória entras outro personagem hoje execrado pela mídia que o amou: lá foi instalado o Centro de Controle Operacional com apoio parcial do grupo EBX – sim, dele, Eike Batista. No CCO, 200 pontos são monitorados 24 horas por dia.

Alguns anos antes das Olimpíadas, o então presidente da Cedae, Wagner Victer, disse que a Lagoa estaria pronta para as competições; choveram críticas de todos os lados. O que se viu foram restrições – exageradas pela mídia – à Baía de Guanabara; na Lagoa, as organizações internacionais dos esportes classificaram as águas como em condições ótimas para as práticas esportivas. Resta agora manter o trabalho, que requer atenção permanente. Mortandades de peixes voltarão a ocorrer, já que elas são muitas vezes oriundas de outros fatores, como climáticos, e acontecem há mais de 200 anos, conforme registros históricos, muitos antes da ocupação urbana no entorno da Lagoa.

 

Toma que o infartado é teu

A Federação dos Hospitais do Estado do Rio (Feherj) entrou com uma ação contra a Lei estadual 7.621/2017, sancionada no dia 9 de junho, que impõe à rede privada o atendimento emergencial e integral a pacientes com suspeita de infarto “em caso de indisponibilidade de leitos nos estabelecimentos públicos”.

O presidente da Feherj, Armando Carvalho Amaral, diz que a lei quer repassar uma responsabilidade que é do poder público. “A questão não é negar o atendimento, mas a garantia de que haverá o ressarcimento pelo custo gerado. Hoje, o que se vê são liminares que impõem o atendimento, mas que não determinam prazo para o pagamento dos gastos”, alerta Amaral.

Muitos hospitais estão enfrentando dificuldade para se manter sustentáveis com a crise no mercado de planos de saúde. Caso essa lei persista, vamos abrir precedentes para que outras lei semelhantes sejam propostas. Então a saída mais fácil será sempre internar na rede privada, mas quem vai arcar com os custos?”, critica o presidente da Federação.

 

Colisão – 1

Se os dirigentes da Fetranspor, a poderosa federação das empresas de ônibus do Rio de Janeiro, se dispuserem a delatar os esquemas na Alerj e na Câmara, vai ser um clima de “barata voa” nas duas Casas.

 

Colisão – 2

Será que alguém teria interesse se os dirigentes da Fetranspor relatassem, em delação premiada, os caminhos da propaganda com que irrigavam parte da mídia do Rio de Janeiro?

 

Rápidas

Os postos Ipiranga Rodo Rede deram início à décima edição do Programa Saúde na Estrada, que percorrerá 18 estados e 78 cidades brasileiras das cinco regiões brasileiras. Os caminhoneiros poderão realizar nos postos exames de saúde gratuitos, como testes de glicemia, pressão arterial e acuidade visual *** O Conselho Federal de Contabilidade abrirá novo prazo para as inscrições no exame de qualificação técnica para auditores que pretendam atuar em instituições ligadas ao Banco Central. O novo período será de 12 a 17 de julho, em www.cfc.org.br *** O Samba no Pátio, no shopping Jardim Guadalupe (RJ), recebe nesta sexta-feira o grupo Os Brothers, a partir das 19h. E no domingo será a vez das crianças, com a peça A Rainha do Gelo, com a Cia de Teatro Nós do Asfalto, a partir das 16h *** A Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz-RJ) prorrogou para 4 de agosto o prazo para que as empresas beneficiadas por incentivos fiscais fluminenses façam o recadastramento.

Artigo anteriorFalta um ingrediente
Próximo artigoQuem semeia vento…
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

No privatizado Texas, falta luz no inverno e no verão

Apagões servem de alerta para quem insistem em privatizar a Eletrobras.

A rota do ‘Titanic’: ameaça de apagão não é de agora

‘Por incrível que pareça, no Brasil, térmicas caras esvaziam reservatórios!’

TCU confirma que União paga R$ 3,8 bi de juros e amortização por dia

Mais de ¼ dos títulos da dívida pública vencem em 12 meses.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Objetos do Coração ajuda o Pró Criança Cardíaca

E-commerce que vende objetos para casa e decoração exclusivamente em formato ou com estampa de coração vai doar 10% da venda de produtos selecionados...

Empresa Fácil oferece estudo de viabilidade a novos empreendedores  

Sistema permite a emissão do Alvará Provisório em 24h.

Fatores comportamentais podem influenciar nos acidentes de trabalho

Psicóloga e uma assistente social e também técnica de segurança do trabalho criaram o jogo Conversa Segura.

Reclamações sobre serviços de telecom caem 28,4% em maio

O número de reclamações de usuários dos serviços de telecomunicações caiu 28,4% em maio de 2021 na comparação com maio do ano passado, segundo...

EMS explica faturamento com o ‘kit Covid’

farmacêutica brasileira EMS informou à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia que faturou R$ 142 milhões com medicamentos do kit Covid-19 em 2020,...