Pequenas indústrias têm mais dificuldade no acesso a crédito

Segundo Sebrae, três de cada 10 empresários consideram altas as exigências dos bancos.

Donos de pequenos negócios do setor da indústria são os que têm a pior avaliação sobre a obtenção de empréstimos no país. De acordo com a Sondagem das Micro e Pequenas Empresas, realizada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), apesar da percepção de melhoria de acesso ao crédito ter crescido, quase 33% dos donos de micro e pequenas indústrias consideram o grau de exigência para concessão ou renovação de empréstimos bancários alto, 57,3% moderado e apenas 10% acreditam que é baixo.

Por essa razão, para o Sebrae é importante o desenvolvimento de políticas públicas que facilitem o uso de garantias, como é o caso do Programa Nacional de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Pronampe), que voltou a vigorar neste mês.

Já os empreendedores do setor de serviços, apesar de serem um dos mais afetados pela pandemia e com grande parte do faturamento reduzido, veem o acesso a crédito de uma forma mais positiva. Segundo o Sebrae, para 25,6% deles as exigências são altas e 14,6% consideram baixas. Para 59,8%, as exigências são normais.

No caso do comércio, para 75,7% dos empresários as exigências são normais, o que, na visão do Sebrae, pode estar associado ao uso mais tradicional de montantes menores e para capital de giro.

Segundo levantamento da plataforma Capital Empreendedor, o número de micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) que buscaram crédito no primeiro semestre de 2021 cresceu 435% em relação ao mesmo período de 2021. No período, a região que mais buscou por crédito foi a Sudeste, com uma elevação de 61,15%, seguida por Nordeste (13,86%) e pela Região Sul (12,09%). Entre as cidades, destaque para São Paulo, Rio de Janeiro e Campinas. Por segmento, a ênfase fica com restaurantes, lanchonetes e similares e com o comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios.

No segundo trimestre de 2021, houve elevação de 419% no número de empreendedores interessados em tomar crédito quando comparado ao segundo trimestre do ano passado. Já na comparação com o trimestre imediatamente anterior, o crescimento foi de 57%.

Por regiões, destaque para o Sudeste, com aumento de 31,21%, seguido pelo Nordeste, com crescimento de 12,66%, e do Sul, com 12,10%. Empresários dos segmentos de restaurantes, lanchonetes e similares e do comércio varejista de artigos de vestuário e acessórios também são a maioria na procura por crédito no trimestre.

 

Com informações da Agência Brasil

Leia também:

Turismo doméstico mostra recuperação gradual em todo o mundo

Artigos Relacionados

CNC está otimista com Dia dos Pais e projeta R$ 6,03 bi na economia

Dia dos Pais de 2020 foi o pior em 13 anos.

Multas da LGPD começam a ser aplicadas neste sábado

Valor pode ir a 2% do faturamento da empresa.

Indústria do Rio abriu mais de 2.400 vagas em junho

Nove em 10 vagas perdidas de março a junho de 2020, por conta do isolamento e da pandemia, já foram reabertas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Mercado de TI é alavancado pela pandemia

Tetris IT, empresa que desenvolve projetos de inovação digital, cresceu 300% em 2020.

Ações da ClearSale valorizam mais de 20% na estreia na B3

A ClearSale (ticker CLSA3) concluiu nesta sexta-feira a sua oferta pública inicial (IPO) na B3. A oferta movimentou R$ 1,3 bilhão sendo que, apenas...

Edital da Oferta Permanente inclui 377 blocos

A Agência Nacional de Petróleo e Gás Natural (ANP) publicou nesta sexta-feira nova versão do edital da Oferta Permanente, com a inclusão de 377...

Multa de R$ 500 mil para ‘fake’ sobre eleição

Uma multa de R$ 500 mil, caso repita as manifestações que questionem os últimos pleitos presidenciais realizados no país, faz parte uma ação que...

Bacia de Campos recua com redução drástica de investimentos

A Bacia de Campos, atualmente a segunda maior região produtora de petróleo do Brasil, registrou em junho a sua menor produção média dos últimos...