Perversão

Após classificar como “perverso” o fato de que, na contramão do que ocorre no resto do mundo, no Brasil os títulos públicos de curto prazo pagam juros maiores do que os de período mais longo, o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, esclareceu que a expressão fora usada no “sentido em inglês” e não tinha “sentido pejorativo”.
Entre outras acepções, a palavra em inglês, tanto pode significar maldade, depravação ou distorção. Provavelmente, este último foi o sentido a que se referiu Coutinho. No entanto, pelas repercussões econômicas e sociais provocadas pelos juros pornográficos do Brasil, as primeiras não podem ser descartadas.

Atraso
A inadimplência dos brasileiros deve aumentar nos próximos meses, principalmente se as pessoas não conseguirem avaliar o que é necessário comprar ou não, além do que já compraram a longo prazo e o juros que já estão pagando. A opinião é do especialista em desenvolvimento pessoal e financeiro do MoneyFit, Antonio De Julio, ao comentar a alta de 3,9% do Indicador de Inadimplência do Consumidor da Serasa em julho, a terceira elevação consecutiva na comparação anual.
Segundo ele, as dívidas que os brasileiros contraíram são dívidas de prazos longos, como por exemplo, para compra de automóveis. Com os reajustes rotineiros de água, luz, serviço de saúde, entre outros, “vai ficar mais difícil honrar as contas atuais”, alerta o especialista.

Demandas eletrônicas
Visando a distribuição em parceria com empresas desenvolvedoras de software fiscal ou ERP, a FISCOSoft apresenta o SysTax, cuja principal função é a validação tributária da Nota Fiscal Eletrônica (NF-e), demonstrando se todos os documentos emitidos estão corretos, principalmente com relação à situação tributária, base de cálculo e exatidão da alíquota aplicada para a apuração do imposto.

Dois dias
O novo sistema de registro empresarial – Regin, que simplifica o processo no Rio de Janeiro e permite a integração das prefeituras, Secretaria estadual de Fazenda e a Secretaria da Receita Federal e outros órgãos envolvidos – será apresentado aos contadores de Volta Redonda dia 24 próximo. A expectativa é que a pessoa possa abrir sua empresa em até 48 horas, se toda a documentação estiver correta. As inscrições já podem ser feitas no site da Jucerja (www.jucerja.rj.gov.br) ou no do CRC-RJ (www.crc.org.br).

Zé Ninguém
A orientação dos marqueteiros do tucano José Serra de trocarem por “Zé” a marca já consolidada no mercado eleitoral “Serra” deve provocar, ao menos, um efeito colateral entre os candidatos nanicos que concorrem ao Governo do Estado do Rio de Janeiro. Surpreendendo até os próprios correligionários, o candidato do PCB, Eduardo Serra, tem registrado, nas últimas enquetes, 3% das intenções de votos, atrás apenas dos mais conhecidos Sérgio Cabral (PMDB) e Fernando Gabeira (PV). Se o novo codinome de Serra emplacar, é possível que seu xará do PCB perca as vantagens residuais do recall eleitoral do tucano.

Histeria desacelera
Diante da sequência de dados apresentados pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, e pelo presidente do BNDES, Luciano Coutinho, dando conta dos efeitos econômicos benéficos dos repasses do Tesouro Nacional ao banco para o enfrentamento da crise, o cerco da mídia financista ao bancão da Avenida Chile entrou em viés de baixa

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEfeito concreto
Próximo artigoProcura-se

Artigos Relacionados

Montadoras não vieram; demissões, sim

Promessas de Doria e Bolsonaro para fábrica da Ford não passaram de conversa para gado dormir.

Ganhos de motoristas de app desabam

Renda média é de pouco mais de 1,5 salário mínimo.

Lei determina que estatais respeitem interesse público

Acionistas da Petrobras sabem que ela tem obrigações e bônus por ser de economia mista.

Últimas Notícias

Metrô: Estação Presidente Vargas vai se chamar Saara

PL segue para segue para o governador Cláudio Castro, que tem 15 dias para sancionar ou vetar.

Mais um evento no Rio

Expectativa é receber cerca de mil empresas do setor de supermercados.

Check-up do acerto de contas com o Leão

Por Sandro Rodrigues

A nova revolução do setor contábil

Por Mauricio Frizzarin.