Pesquisa: 7,51% das indústrias da China são "empresas zumbis"

Internacional / 08:21 - 28 de jul de 2016

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Cerca de 7,51% das indústrias da China são "zumbis", de acordo com uma pesquisa que recomendou a desregulamentação para deixá-las fechar. As "empresas zumbis" são as economicamente não viáveis, geralmente nos setores com excesso de capacidade severo e mantidas vivas somente com os apoios do governo e dos bancos. A pesquisa da Universidade Renmin concluiu que, em 2000, cerca de 30% das indústrias da China eram zumbis. Entre 2005 e 2013, representaram cerca de 7,51%. Após investigar cerca de 800 mil companhias, a universidade disse que as indústrias zumbis são comuns na oeste e nordeste, regiões sub-desenvolvidas do país. As empresas estatais e de grande ou médio porte possuem a maior taxa de zumbis. O relatório sugeriu que o governo reduza a regulação e seja mais cauteloso na aplicação de políticas industriais; e os bancos serem livres de influência administrativa ao tomar decisões de empréstimos. Nie Huihua, professor de Economia na Universidade Renmin e principal autor da pesquisa, disse que o governo deve manter as políticas consistentes para eliminar as esperanças dessas empresas de receber mais financiamento oficial no futuro. As empresas zumbis já se tornaram um problema na China, que luta contra o excesso de capacidade severo nos principais setores industriais, como aço e carvão. Segundo os analistas, o fim das empresas zumbis pode elevar as preocupações sobre emprego a curto prazo, mas é essencial para o desenvolvimento econômico sadio da China a longo prazo. Agência Xinhua

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor