Pesquisas infladas

Institutos de pesquisas e seus interpretantes midiáticos estão recorrendo a uma confusão metodológica que dá margem a malandragens eleitorais. Ao somar votos nulos e em branco com os eleitores que se declaram indecisos para calcular o total de votos válidos, os institutos afirmam que nenhum voto dos hoje indecisos migrará para qualquer candidato no dia da votação. Com isso, inflam os votos válidos dos candidatos que, a um mês das eleições, lideram as pesquisas, engrossando o clima de “já chegou” e contribuindo para uma espécie de profecia auto-realizável. Não por acaso, os erros mais grosseiros das pesquisas eleitorais têm sua origem na incapacidade de detectar o movimento dos votos dos indecisos.

Pecando pelo excesso
O Santander Banespa, cujo grupo controlador se autoproclama o “maior banco do mundo”, peca pelo excesso de grandeza – e não apenas das tarifas, mas também da burocracia e do desrespeito ao usuário. Um cliente, que há dez dias foi surpreendido na boca do caixa ao saber que seu cartão de débito fora bloqueado sem nenhuma explicação (a comunicação só veio, por telegrama, dois dias depois), pena agora para liberar o novo cartão. É que, contrariando orientação da própria correspondência do banco ao cliente, o desbloqueio só poderá ser feito depois que o Santander emitir nova senha e chave de segurança (um código de letras e números).

Tecnologia contrária
Com isso, além de estar com a movimentação restrita a uma só agência, condenado à fila e a ter de andar com dinheiro em espécie no bolso, o desafortunado cliente ainda terá de decorar mais duas senhas. Pelo visto, no “maior banco do mundo”, a tecnologia, a exemplo da seleção de Parreira, não facilita a vida da torcida.

Solidariedade
A Ortobom doou 1 mil colchões para a comunidade de Rio das Pedras, em Jacarepaguá (Zone Oeste do Rio de Janeiro), atingida por um incêndio no último dia 13. Mais de 40 famílias ficaram desabrigas após a tragédia, que destruiu 50 barracos.

Mapa da mina
Redução de Imposto de Renda e financiamento a juros de 6% ao ano, sem exigência de garantia real, são alguns dos temas que serão analisados no seminário on-line Recursos para inovação na empresa, que a Sociedade Brasileira Pró-Inovação Tecnológica (Protec) realiza nesta quarta-feira, às 16h30. Os participantes terão ainda orientação do BNDES de como solicitar um financiamento para inovação e receberão gratuitamente o manual Mecanismos de Apoio à Inovação Tecnológica. As inscrições devem ser feitas no site www.protec.org.br.

Em alta
As vendas eletrônicas cresceram 25% em 2005, totalizando R$ 227 bilhões, revela pesquisa da Associação Brasileira de e-Business, feita com 125 empresas. A indústria farmacêutica é a que tem o maior percentual de vendas eletrônicas em relação à comercialização total, com 54%; em seguida vêm a indústria de veículos e peças, com 41%, e a de alimentação, bebidas e fumo, com 30%.
Segundo Richard Lowenthal, presidente executivo da associação, o principal canal utilizado para a realização de pedidos nas empresas ainda é o telefone, seguido do fax, e-mail e somente depois vem o EDI (troca de dados eletrônicos) e os portais. Em 2006 deverá haver um crescimento de 45% e em 2007, de 32%.

Eventos
A Cidade de Caxambu, conhecida por suas águas medicinais  e população hospitaleira, como é praxe em Minas, sedia, de 29 de setembro a 1 de outubro, o curso “Uma visão pratica da organização de eventos”, no Hotel União. Promovido pela Planet Work, o curso apresentará uma visão prática do planejamento de eventos sociais e corporativos, como a captação de recursos financeiros e a segmentação de mercado. Informações e inscrições pelo telefone (21) 2456-5700, pelo e-mail [email protected] ou no site www.planetworkrio.com.br

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorOportunismo
Próximo artigoFechando o ralo

Artigos Relacionados

Engie valerá R$ 2,5 bi a mais após acordo com Aneel

Semana passada, o Monitor noticiou que a proposta da Aneel de repactuação do risco hidrológico (GSF) deixaria a conta a ser paga pelo pequeno...

Apelo de Biden ao multilateralismo fica sem crédito

Na ONU, presidente dos EUA desmente mundo dividido em blocos rígidos.

Fintechs e bancos disputam quem cobra mais

‘Não temos vergonha de sermos bancos’, diz Febraban; mas deveriam.

Últimas Notícias

#Occupy Bovespa

Um mês depois de o MST ter-se lançado na Bolsa, MTST ocupa B3, para protestar contra Bolsonaro, especulação, fome e desemprego.

Copom elevou taxa de juros em 1% para 6,25% ao ano

Aguardamos agora a ata que será divulgada na próxima terça-feira para maiores informações sobre a trajetória da taxa Selic.

Alemanha escolhe sucessor de Merkel no próximo domingo

Eleições deverão ser as mais concorridas dos últimos anos; pesquisas indicam vitória do SPD, social-democrata.

Reajuste salarial fica abaixo da inflação em agosto

Fipe: não houve aumento mediano real como resultado de negociações nos últimos 12 meses; desde setembro, índice tem oscilado de -1,4% a zero.

Clima positivo no exterior deve beneficiar índice Bovespa

Mercado internacional opera no positivo motivado por noticiário sobre Evergrande.