Petro confirma ‘liberal progressista’ na Fazenda da Colômbia

Ocampo já foi ministro e secretário-executivo da Cepal.

O presidente eleito da Colômbia, Gustavo Petro, confirmou que o economista Jose Antonio Ocampo será seu ministro da Fazenda, após assumir a presidência colombiana em 7 de agosto. “Construir uma economia produtiva e uma economia para a vida”, escreveu Petro em sua conta no Twitter.

Antonio Ocampo, 69 anos, é economista com doutorado em filosofia pela Yale University, Estados Unidos, e professor da Columbia University, instituição que lhe concedeu licença para ocupar seu próximo cargo no governo da Colômbia.

Ele ocupou cargos de destaque ao longo da sua carreira, incluindo o de ministro das Finanças do ex-presidente Ernesto Samper (1994-1998) e codiretor do Banco da República até dezembro de 2019. Descrito como “liberal progressista”, foi secretário-executivo da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), além de diretor da Fundação para o Ensino Superior e Desenvolvimento, além de professor visitante em universidades estrangeiras como Cambridge, Oxford e Yale.

Dentro de sua carreira, destaca-se o cargo de Secretário-Geral Adjunto do Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais da Organização das Nações Unidas (ONU). Entre os desafios que o próximo ministro da Fazenda colombiano terá que enfrentar está a estruturação de uma nova reforma tributária para lidar com fenômenos como inflação e desemprego.

Leia também:

Petróleo: Emirados está operando perto do máximo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Bancos chineses: mais empréstimos para empresas privadas

No final de junho aumento de 11,4% em relação ao ano anterior

Coronel fiscal de eleições dissemina informações falsas

TSE deixa aberta a possibilidade do a pasta indicar outro nome

Arábia Saudita cria fundo para pequenos negócios do turismo

Programa vai apoiar duas mil pequenas empresas turísticas de pequeno porte no país com US$ 133 milhões.

Últimas Notícias

Armazém Cultural: Câmara debate veto do prefeito do Rio

.Comissão de Justiça e Redação recomenda rejeição ao veto

Plataformas da Bacia de Campos tem hotéis flutuantes

Petrobras estuda investir US$ 220 milhões até 2023

Ações do setor de saúde puxam Ibovespa

Destaque também para Petrobras, que celebrou novo aditivo ao contrato de compra de gás natural com a YPFB

Governo de MG conclui leilão de 627,4 km de rodovias

Investimentos de R$ 3,2 bi, sendo R$ 1,4 bi nos oito primeiros anos da concessão

Bancos chineses: mais empréstimos para empresas privadas

No final de junho aumento de 11,4% em relação ao ano anterior