Petrobras: política de Preços Paritários de Importação é antinacional

Para Felipe Coutinho, da Aepet, PPI, implantado em 2016, favorece produtores de combustíveis dos EUA e multinacionais de logística.

O presidente da Associação dos Engenheiros da Petrobras (Aepet), Felipe Coutinho, em nova entrevista ao advogado internacionalista e blogueiro Romulus Maya no Duplo Expresso, reforçou a crítica da Associação sobre a política de preços da Petrobras.

Para Coutinho, implantado em 2016, o Preço Paritário de Importação (PPI) favorece os produtores de combustíveis dos EUA e as multinacionais da logística (traders) e reduz a competitividade dos combustíveis produzidos pela Petrobras, o que resulta na perda de mercado e a consequente alta ociosidade das suas refinarias.

A empresa, entretanto, bateu, em fevereiro deste ano, novo recorde de exportação de óleos combustíveis, alcançando a marca de 238 mil barris exportados por dia e superando 1 milhão de toneladas neste mês. A nova especificação mundial dos combustíveis marítimos (IMO 2020), que reduziu de 3,5% para 0,5% o limite de teor de enxofre no óleo combustível, tem gerado oportunidade única para a Petrobras, já que tanto o petróleo quanto o óleo combustível produzidos pela companhia têm baixo teor de enxofre.
As exportações de petróleo também continuam em patamares elevados, com volumes superiores a 690 mil barris por dia exportados em fevereiro.
A maior exportação ocorreu em período desafiador para a economia global, em função do surto de coronavírus, que restringiu a demanda na Ásia, principal destino das exportações da Petrobras. Com isso, novos fluxos foram ajustados, com aumento da destinação de petróleo e óleos combustíveis para Caribe, EUA e Europa, dentre outros mercados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Hospital Icaraí recebe o Stroke Ready

Selo insere o HI como referência no tratamento do AVC.

A volta da Mostra de Cinema Chinês de São Paulo

Abertura da mostra é com o filme "Tudo ou Nada", do premiado diretor Zhou Hao.

Depois de fatiar Petrobras, Bolsonaro quer ‘finalizar’ privatização

Governo quer vender ações e deixar de ser acionista majoritário.

Últimas Notícias

Petrobras: gasolina cara fará acionista rir à toa com lucro do 3T

Aumentos dos combustíveis devem assegurar lucro líquido estimado de R$ 31,5 bi. Balanço será divulgado nesta 5ª f.

Em vigor mudanças na Lei de Improbidade Administrativa

Danos causados por imprudência, imperícia ou negligência não podem mais ser configurados como improbidade.

Conversa com Investidor: Positivo (POSI3)

Por Felipe Cavalcante.

Halloween é o cacete! Black Friday idem!

Nunca pensei que veria um Fla X Flu com dois Kennedys em campo.

Arrecadação federal tem aumento de 12,9% em setembro

A abertura do comércio e da indústria por conta da vacinação contra a covid-19 e pelo aumento no IOF.