Petrobras é a que mais lucra e a que menos paga a trabalhadores

Remuneração média na estatal caiu 31% desde 2014.

Em 2021, por exemplo, a Petrobras obteve a maior margem líquida (23,7%) entre as grandes petroleiras mundiais. No primeiro trimestre de 2022, a empresa foi a que mais lucrou (R$ 44,6 bilhões). Parte considerável desse lucro veio do setor de exploração e produção, que obteve margem líquida – diferença entre o valor de venda do barril e os custos de produção e encargos – de 42% no ano passado.

Outra parcela significativa veio do parque refino, que tem se utilizado desde 2016 do preço de paridade de importação (PPI). Esse cálculo, que vincula os preços dos derivados às variações do mercado internacional, resultou em uma margem operacional de 46%. Os cálculos são da Federação Única dos Petroleiros (FUP).

Se o lucro cresceu, a participação dos trabalhadores nas despesas da estatal diminuiu. Em 2016, a fatia dos empregados chegou a 13%; no ano passado caiu para menos da metade: 5,76%, de acordo com cálculos do Dieese.

Entre 2014 e 2021, o custo com trabalhadores da Petrobras caiu 31%. Quando se divide o total de gastos com pessoal pelo número de trabalhadores próprios da empresa, em 2021, chega-se ao valor de US$ 71.809 por ano para cada trabalhador – a menor remuneração média entre as grandes petroleiras do mundo, afirma a FUP.

Na francesa Total, a remuneração média é de US$ 91 mil; na britânica BP, a que tem os valores mais elevados no levantamento feito pelo Dieese para a FUP, a remuneração média ultrapassou US$ 172 mil no ano passado.

Por outro lado, em 2021, os acionistas da Petrobras receberam R$ 101,4 bilhões em dividendos e juros sobre o capital próprio (JCP). No primeiro trimestre de 2022, a estatal aprovou mais R$ 48,5 bilhões. Os investidores estrangeiros levaram 43% dos valores.

Leia também:

Petrobras terá o quinto presidente indicado por Bolsonaro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Ações do setor de saúde puxam Ibovespa

Destaque também para Petrobras, que celebrou novo aditivo ao contrato de compra de gás natural com a YPFB

Mais de 33 milhões de pessoas passam fome no Brasil

B3: Pacto pelos 15% com Fome, da Ação da Cidadania

Resgates em fundos de investimento superam aportes em julho

Saída de classes mais arriscada deve permanecer por mais um tempo após nova alta da Selic.

Últimas Notícias

Armazém Cultural: Câmara debate veto do prefeito do Rio

.Comissão de Justiça e Redação recomenda rejeição ao veto

Plataformas da Bacia de Campos tem hotéis flutuantes

Petrobras estuda investir US$ 220 milhões até 2023

Ações do setor de saúde puxam Ibovespa

Destaque também para Petrobras, que celebrou novo aditivo ao contrato de compra de gás natural com a YPFB

Governo de MG conclui leilão de 627,4 km de rodovias

Investimentos de R$ 3,2 bi, sendo R$ 1,4 bi nos oito primeiros anos da concessão

Bancos chineses: mais empréstimos para empresas privadas

No final de junho aumento de 11,4% em relação ao ano anterior