Petroleiro tem maior produtividade da indústria no Brasil

Mesmo com setor extrativista, participação industrial no PIB caiu de 25% para 20%.

Há anos a indústria brasileira definha, em um processo de desindustrialização. Dados do Ibre/FGV mostram que a indústria de transformação foi responsável por 11,3% do PIB no 1º trimestre deste ano – meio ponto percentual a menos do que o mesmo período de 2019. Em meados da década de 1980, este número era próximo a 25%.

A indústria é responsável por pagar salários mais elevados, afirma Eric Gil Dantas, economista do Ibeps e doutor em Ciência Política, em artigo para a Federação Nacional dos Petroleiros.

“Segundo a Pnad Contínua do IBGE, o rendimento médio real habitualmente recebido em todos os trabalhos entre fevereiro e abril deste ano foi de R$ 2.532. Já o salário médio da indústria, segundo o PIA 2019 do IBGE, foi de 3,2 salários mínimos (R$ 3.520 em valores de 2021), 39% a mais do que a média geral brasileira. Além disto, a indústria é o polo mais dinâmico em investimentos e inovação. Isto é, quanto menos indústria em um país, pior para a economia.”

“Como consequência de uma política ultraliberal, continuamos com a destruição da indústria nacional. O número de empresas industriais reduziu em 8,5% de 2013 a 2019. No mesmo período, a quantidade de pessoas ocupadas na indústria diminuiu 15,6%, isto é, 7,6 milhões a menos de empregos.”

Dantas ressalta que mesmo incluindo a indústria extrativista, a participação do PIB industrial caiu para 20,4%, “consideravelmente menor do que os 25,6% de 1996 – mesmo com a força das commodities, inclusa nesta conta como indústria extrativista.”

A extração de petróleo e gás, que faz parte da indústria extrativa, atingiu 15,2% de participação no valor de transformação da indústria, a maior fatia em dez anos. E o petroleiro é responsável pela maior produtividade de toda a indústria brasileira. “Produtividade aqui é a razão entre o valor da transformação industrial e a quantidade de pessoal ocupado na empresa, isto é, quanto cada trabalhador é responsável por geração de novo valor na economia”, explica o economista.

Cada petroleiro adicionou, em média, R$ 8,58 milhões em 2019, 4.561% a mais do que a média da indústria em geral, e 4.945% a mais do que a média da indústria de transformação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Jovem baixa-renda é mais requisitado para voltar a trabalho presencial

Quanto menor a renda familiar, maior o percentual; brasileiros de 18 a 25 anos somam 42% das contratações temporárias no primeiro semestre.

Comerciários do Rio têm aumento

Já em São Paulo, emprego no comércio registra a maior alta mensal desde novembro de 2020.

Baixa adesão de gestantes e puérperas à vacinação preocupa médicos

País registra 21,2 milhões de casos e 590,7 mil mortes por Covid-19, segundo Ministério da Saúde.

Últimas Notícias

Jovem baixa-renda é mais requisitado para voltar a trabalho presencial

Quanto menor a renda familiar, maior o percentual; brasileiros de 18 a 25 anos somam 42% das contratações temporárias no primeiro semestre.

Formbook afetou mais de 5% das organizações

Capaz de capturar credenciais e registrar digitação de teclado, malware figurou em segundo lugar no ranking mensal do país.

Sauditas liberam exportação de carne de unidades de Minas

De acordo com o Ministério da Agricultura, autoridades do país suspenderam o bloqueio de cinco plantas de carne bovina mineira.

Comerciários do Rio têm aumento

Já em São Paulo, emprego no comércio registra a maior alta mensal desde novembro de 2020.