PIB dos Emirados deve crescer 4,2% em 2024

Estimativa é do BC local, que prevê expansão de 5,2% em 2025 e que crescimento da economia em 2023 tenha ficado em 3,1%

61
Planta de GNL de Ruwais, Emirados Árabes Unidos (Foto: reprodução Adnoc)
Planta de GNL de Ruwais, Emirados Árabes Unidos (Foto: reprodução Adnoc)

O Produto Interno Bruto dos Emirados Árabes Unidos deverá crescer 4,2% neste ano, de acordo com estimativas para o período divulgadas ontem pelo Banco Central dos Emirados Árabes Unidos (CBUAE, na sigla em inglês) e reproduzidas pela agência de notícias WAM.

Ainda segundo as perspectivas do Banco Central, o PIB do ano que vem deverá crescer 5,2% e o de 2023 deverá ter encerrado em expansão de 3,1%. O crescimento do setor não petrolífero deverá ser de 4,7% tanto neste como no próximo ano, enquanto a expansão do setor petrolífero deverá ser de 2,9% neste ano e atingir 6,2% em 2025.

Segundo as informações da autoridade monetária, nos primeiros nove meses de 2023, os Emirados acumularam um superávit fiscal de 61 bilhões de dirhams (US$ 16,6 bilhões) e receitas de 370 bilhões de dirhams (US$ 100 bilhões). Os gastos, por sua vez, somaram 309 bilhões de dirhams (US$ 84,1 bilhões). O CBUAE informou também que a diversificação das receitas e o fortalecimento das finanças do país árabe deverão ser beneficiados já neste ano pela introdução de um imposto federal sobre empresas.

Há uma estimativa, ainda, de crescimento do consumo em razão de dados melhores no mercado de trabalho. A quantidade de pessoas empregadas cresceu 3,1% no quatro trimestre de 2023 sobre os três meses anteriores e a média salarial cresceu 7,4% nos três últimos meses de 2023 sobre o mesmo período de 2022, ano em que o mundo ainda sofria os efeitos da pandemia.

Espaço Publicitáriocnseg

Agência de Notícias Brasil-Árabe

Leia também:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui