Plano B dos bilionários dos EUA

Fuga dos impostos, de Trump e dos bloqueios levam a dupla cidadania.

O número de estadunidenses ricos solicitando cidadania ou residência em países estrangeiros disparou nos últimos três anos, à medida que bilionários, empreendedores de tecnologia e celebridades dos EUA procuram criar um “plano B” para suas famílias, informou o portal de notícias Insider.

A Latitude Residency & Citizenship, uma empresa que orienta investidores de alto patrimônio líquido em todo o mundo durante o processo de inscrição, disse que as consultas nos EUA aumentaram 300% entre 2019 e 2021. A Henley & Partners relata aumento de 327% entre 2019 e 2020 e mais 10% em 2021.

Mais de uma dúzia de países oferecem os chamados “passaportes dourados” em troca de investimentos. Os programas mais caros variam de US$ 1,1 milhão (Malta) a US$ 9,5 milhões (Áustria).

A pandemia – com bloqueios a viagens – estimulou o aumento, assim como mudança climática e conflitos. O Governo Trump foi outro fator.

Mas ninguém duvide que fugir de impostos e restrições à movimentação financeira são grandes motores dessa opção dos ricaços.

 

Economia e ensino

Desde que foi eleito presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), André Ceciliano (PT) conseguiu uma economia de mais de R$ 1,5 bilhão nos caixas do Legislativo – repassando parte desses recursos para universidades. A Uerj conseguiu transferir o Colégio de Aplicação para uma nova sede graças a doação de R$ 26 milhões, além de terminar a reforma do navio-escola da faculdade de Oceanografia com outro R$ 1,6 milhão. A Uenf recebeu R$ 20 milhões para investir em infraestrutura e turismo, e a UFF ficou com R$ 18 milhões para construção de um biotério central para as pesquisas científicas.

 

Rápidas

A implantação de novas regras fiscais e aduaneiras para o comércio eletrônico internacional é tema central do “VIII Seminário Internacional OEA – Gestão Coordenada de Fronteiras”, realização do Instituto Aliança Procomex, em parceria com a Receita Federal, em 18 e 19 de maio, no Hotel Renaissance (SP). Inscrições aqui  *** Nos dias 19 e 20, o Colégio AZ realiza o SimulAZ, evento de simulação de reuniões da Organização das Nações Unidas (ONU) e órgãos políticos, para debater temas como Guerra da Ucrânia e pandemia *** Primeiro evento presencial da Rede D’Or após dois anos, o Valve In Rio comprova a volta com força dos eventos presenciais, setor que movimentou R$ 14 bi em 2019. Mais de 300 participantes de vários países participaram da simpósio no Hotel Fairmont, em Copacabana *** O executivo João Souza, gerente nacional da APlanet no Brasil, assume o posto de diretor global de atendimento e passa a atuar junto aos clientes da empresa na Espanha, Portugal, Itália, Reino Unido, Estados Unidos e México *** Luiz Mello, CEO da IBS Energy, comemora os 20 anos da companhia dia 18, no Espaço Sinimbu, em São Paulo *** A consultoria e auditoria PwC abre inscrições para profissionais graduados ou estudantes em formação nos cursos de Ciências Contábeis, Administração e Economia. As vagas são para o Rio de Janeiro.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Montadoras não vieram; demissões, sim

Promessas de Doria e Bolsonaro para fábrica da Ford não passaram de conversa para gado dormir.

Modelo de espaçonave de Star Wars

Oferta de outros itens de cinema, televisão e quadrinhos.

‘O trem atrasou meia hora’

‘Trago aqui um memorando da Central’... bons tempos.

Últimas Notícias

Quatro em 10 brasileiros pretendem pedir crédito nos próximos 90 dias

Intenção atingiu maior patamar desde junho de 2021; dívidas são o principal motivo.

Healthtechs e edtechs rivalizam com fintechs por investidores

Startups de saúde e de educação se aproximam das empresas de tecnologia financeira na disputa pelos aportes

Mercados dão continuidade a movimento negativo visto desde ontem

Bolsas e commodities cedem, enquanto as curvas de juros dão um alívio; moedas são a exceção e avançam contra o dólar.

Conab aponta para safra de café em 53,4 milhões de sacas

Nos quatro primeiros meses, país já exportou 14,1 milhões de sacas de 60 kg; volume é 10,8% menor que o exportado em igual período de 2021.

Em caso de novo ataque hacker, 80% das empresas pagariam resgate

Senhas: sequências numéricas simples ainda são motivo de ataques cibernéticos.