Poodle

Três entre quatro australianos são contra a participação da Austrália em uma ação militar contra o Iraque, garantem as pesquisas. Em sintonia com o desejo popular, o Senado daquele país censurou ontem o governo por ter decidido enviar tropas para uma possível guerra sem ter dado as explicações adequadas ao povo. A moção de censura foi aprovada por 33 votos contra 31. O primeiro-ministro australiano, John Howard, não tem maioria no Senado. É a primeira vez, em 102 anos, que a Casa realiza um votação de segurança contra um premiê. Howard disse que os soldados australianos participariam de uma guerra inclusive sem a autorização do Conselho de Segurança da ONU.

História
Pela primeira vez na História brasileira, um negro assumiu a presidência do Senado. O vice-presidente Paulo Paim (PT-RS), ao assumir ontem interinamente o posto, durante os seis dias da viagem que o presidente José Sarney (PMDB-AP) faz para a Espanha, quebrou outro tabu: é o primeiro petista a assumir a presidência do Senado. Um dos compromissos de Paim no primeiro dia como presidente foi empossar o suplente do senador Cristovam Buarque (PT-DF), o trabalhador da construção civil Eurípedes Camargo (PT-DF), que também é negro.

Predatória
Segundo Gil Torquato, diretor de telecomunicações do provedor UOL, se a situação atual de transferência de recursos das empresas de telecomunicações para provedores se mantiver, o monopólio que existe no serviço de telefonia será transferido para o acesso à Internet. As empresas que cobram pelo acesso têm sofrido concorrência de provedores gratuitos, que têm acordos com as telefônicas. Um desses provedores está oferecendo prêmios aos assinantes que passarem mais tempo conectados – aumentado os ganhos das empresas de telefonia.

Ilegal
Nada menos que 85% da soja plantada no Rio Grande do Sul seriam transgênicos, assim como 30% do total cultivado no Brasil. Os números são do presidente da Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja), Ywao Miyamoto, para quem a atual discussão sobre se os organismos geneticamente modificados (OGMs) fazem ou não mal à saúde e sobre a necessidade de estudos sobre os eventuais impactos ao meio ambiente é ultrapassada e está apenas atrasando o avanço brasileiro em rumo a uma agricultura mais eficiente e produtiva. “A discussão sobre a biotecnologia deve ser feita com base na ciência, e não com base em ideologias políticas”, afirma.
Os produtos desenvolvidos pela biotecnologia já vêm sendo consumidos por mais de 2 bilhões de pessoas em todo o mundo sem que qualquer efeito nocivo à saúde humana, animal ou ao meio-ambiente tenha sido relatada até hoje.

Outro lado
A discussão sobre OGMs ainda está longe do fim. Por um lado, cientistas bem intencionados temem que o país fique atrasado no setor, já que as pesquisas vão em marcha lenta enquanto o plantio não é aprovado. Por outro lado, cautela na área de saúde nunca é demais; os críticos dos transgênicos sempre lembram do “mal da vaca louca” e outras doenças que podem ter sido provocadas pela desregulamentação que atingiu saúde e agricultura no mundo.

Singer no Rio
O secretário nacional de Economia Solidária, Paul Singer, vem hoje, ao Rio, para participar do Seminário Internacional de Socioeconomia Solidária para o Desenvolvimento Integral, Democrático e Sustentável, no Colégio Assunção, em Santa Tereza. Cerca de 200 participantes de sete países, além do Brasil, devem participar do encontro. Embora o objetivo do encontro seja o debate de alternativas de desenvolvimento que promovem a democracia participativa, a presença de Singer no estado desperta a expectativa se o secretário renovará as contundentes críticas que tem feito à política malottiana.

Volta às ruas
Em greve pelo pagamento do 13º salário, os servidores do Estado do Rio de Janeiro vão protestar, hoje, em frente ao Palácio Guanabara. O ato marca o fim do jejum de manifestações no local desde que a governadora Rosinha Garotinho tomou posse, no último dia 1º.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorExterno
Próximo artigoInvestShop reforça os

Artigos Relacionados

Falta de servidores traz prejuízo, inclusive financeiro

Fila de segurados no INSS vai engrossar precatórios em R$ 11 bilhões.

Desmonte do Estado se dá pelas beiradas

Miçangas e espelhos empurram reformas administrativas nos municípios.

O que vale pros precatórios vale pra dívida interna?

Se calotes são defensáveis, poderiam ser estendidos para os títulos públicos.

Últimas Notícias

Distribuição comercial: quais cláusulas e condições mais importantes?

Por Marina Rossit Timm e Letícia Fontes Lage.

Mercado corre do risco em momento de estresse

Se tem uma coisa que o mercado é previsível é com relação ao seu comportamento em momentos de estresse é aversão ao risco. “Nessa...

Petrobras: mais prazo de inscrição no novo Marco Legal das Startups

Interessados em participar do primeiro edital da Petrobras baseado no novo Marco Legal das Startups (MSL) poderão inscrever-se até o dia 12 de dezembro....

Canal oficial para investidor pessoa física na B3

A partir desta sexta-feira, a nova área logada do investidor da B3, lançada em junho, passa a ser o canal que centraliza todas as...

Fitch Ratings atualiza metodologia de Rating de Seguros

A Fitch Ratings, agência de classificação de risco, publicou nesta sexta-feira relatório de atualização de sua Metodologia de Rating de Seguros. Segundo a agência,...