Posse de Mendonça no STF será no próximo dia 16

Bolsonaro o classificou como ‘terrivelmente evangélico’.