31.3 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, janeiro 20, 2021

Prazo certo

Micro e pequenas empresas (MPEs) do Estado do Rio de Janeiro devem abrir mais de 365 mil postos de trabalho temporário neste final de ano, 8,12% mais que em 2003. Pesquisa da Fecomércio-RJ, realizada para o Sebrae, mostra que 29,41% dos empresários pretendem ou já contrataram mão-de-obra temporária. Ninguém espere bons salários: seguindo a cartilha palocciana, a remuneração vai até dois salários mínimos mensais (R$ 520) em 67,7% dos casos. Metade dos novos contratados será dispensada ainda este mês e os demais até março. Mas 57,98% dos empresários consideram a possibilidade de incluir os temporários no quadro de funcionários fixos.

Ditadura petista
O senador Pedro Simon (PMDB-RS) bateu forte na excessiva edição de medidas provisórias pelo governo Lula. Em palestra, esta semana, na Ordem dos  Advogados do Brasil (OAB), Simon  afirmou que, nesse aspecto, não vê diferença entre “a ditadura militar e este governo”, que, segundo ele, “tem utilizado mais MPs do que a ditadura usou o decreto-lei”: “Se me perguntarem se eu prefiro o decreto-lei ou as MPs, eu direi que  sou mais a favor ou menos contra o decreto-lei, porque a MP entra em vigor de imediato e o decreto-lei tinha 30 dias  para ser votado. Só a partir desse prazo, se não  fosse votado, o decreto-lei entrava em vigor por decurso de prazo”, comparou.

Ineditismo
O senador peemedebista foi particularmente duro com a MP 207/04, que estendeu o privilégio do foro especial ao presidente do Banco Central, Henrique Meirelles. Aprovada pelo Congresso, ela elevou Meirelles à condição de ministro: “Nuca ouvi falar em  nenhum país do mundo em que o presidente do Banco Central fosse  ministro”, ironizou.

Eleitos
Foi eleita ontem, por unanimidade, a nova diretoria do Sebrae-RJ, que tem como presidente do conselho o empresário Orlando Diniz, que preside a Fecomércio-RJ. O novo diretor-superintendente será Sergio Gomes Malta e continuam como diretores Celina Vargas do Amaral Peixoto e Evandro Peçanha Alves. O mandato será de dois anos. A posse da nova diretoria está marcada para logo após o Réveillon, dia 3 de janeiro.

Déficit de civismo
Na sua briga para implodir a candidatura Garotinho, um grupo de mídia sediado no Rio continua a atropelar os interesses políticos e econômicos do estado, confundidos por ele com os interesses do secretário. Essa cegueira ideológica chegou ao ponto de o “jornalão” do grupo varrer da primeira página o fato de a renda per capita do Rio ter ultrapassado a de São Paulo, tangendo notícia de tal relevância para suas páginas internas. Além disso, uma de suas colunistas minimizou o fato. Fosse a situação inversa, a imprensa paulista – muito inteligente e justamente – lhe daria o devido valor, independentemente de tricas e futricas com os governantes de plantão.

Máquina
Mecanização da colheita é o que propõe os produtores de mandioca (aipim, para os cariocas) para evitar que a cultura continue a perder espaço para outros plantios. Resultados preliminares de testes realizados com um protótipo de uma máquina para colher mandioca serão apresentados aos associados da Associação Brasileira dos Produtores de Amido de Mandioca (Abam), hoje, em Maringá (PR). No Oeste do Paraná, região de grande importância na produção brasileira de mandioca, existe hoje grande dificuldade em se conseguir trabalhadores para arrancar a raiz. A máquina em testes no Paraná é resultado da adaptação de uma colhedeira de batatas.

Comunicação paulista
O curso de pós-graduação da Universidade de São Paulo (USP) respondeu por 25,9% das titulações em Comunicação do Brasil, entre 2001 e 2003. Dos mestres formados nesse período, 24,6% o fizeram pela USP e dos doutores, 29,9%, segundo a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Ministério da Educação.

Haiti
Entrevista com o economista Maurício Dias David, que integra o Conselho Editorial do MM, será destaque no programa especial sobre o Haiti, produzido pelo Canal Futura (32 da Net, também disponível em parabólica convencional), que irá ao ar na próxima segunda-feira, às 21h30.

Artigo anteriorApagão
Próximo artigoMemória petista
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

É hora de radicalizar

Oposição prioriza impeachment, mas sabe aonde quer chegar?.

Soja ameaça futuro do Porto do Açu

Opção por commodities sobrecarrega infraestrutura do país.

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Exportação de cachaça para mercado europeu cresceu em 2020

Investimentos será de R$ 3,4 milhões em promoção; no Brasil, já cerveja deve ficar entre 10 e 15% mais cara em 2021.

UE planeja iniciar gastos de grande fundo de recuperação em meses

Incerteza econômica na Alemanha continua em 2021; economista mantém previsão de crescimento do PIB do país em +3,5%.

Exterior abre positivo e Copom no radar interno

Na Ásia, Bolsas fecharam sem sinal único; Hong Kong registrou avanço de 1,08%.

Índice Ibovespa futuro opera entre perdas e ganhos

No momento, o futuro do índice Ibovespa está em alta de 0,03% e o futuro do dólar está em queda de -0,34%.

Comportamento indefinido

Ontem, logo cedo, Europa seguia a trilha de alta dos mercados da Ásia, o mesmo acontecendo com o mercado americano.