Preços ao consumidor de março avançaram mais que esperado

Bottom line – O índice de preços ao consumidor (CPI) de março avançou mais do que esperado tanto no headline (0,6%, esperado: 0,5%), como no subjacente (0,3%, esperado: 0,2%). A variação %YoY em 12 meses subiu de 1,3% para 1,6%.

 

Comentários – Por dentro do índice nota-se variação positiva na parte de bens subjacentes, com vestuários retrocedendo pelo segundo mês consecutivo. Já automóveis novos registraram o segundo mês consecutivo sem variação, enquanto os veículos usados apresentaram variação positiva.

Serviços subjacentes voltaram a acelerar, puxados principalmente por nova aceleração em residência. Nossa projeção postulada ao início da pandemia era que o low de residenciais seria registrado em ao final do primeiro trimestre ou começo do segundo trimestre deste ano. Observa-se estabilização da média móvel de 12m na variação mensal.

Por outro lado, serviços médicos subiram somente 0,1% após a forte alta registrada no mês passado (05%). Já serviços de transporte avançaram impressionantes 1,8%, com destaque novamente para o avanço de 3,3% nos preços de seguros.

À frente, espera-se volatilidade nos indicadores de preços, além do impacto do efeito base sobre o indicador. Para todos os efeitos, o Fed deixou clara sua posição em relação a desconsiderar o aumento da inflação ao longo deste trimestre na medida em que a economia recupera.

.

Felipe Sichel

Estrategista-chefe do Banco Digital Modalmais

Artigos Relacionados

Volume de vendas do varejo restrito regrediu em março

'Recuo foi acima do esperado por nós (-3,4%) e pelo mercado (-5,1%)', diz Felipe Sichel.

Com medidas restritivas, produção industrial foi fraca no mês passado

Para os próximos meses, esperamos alguma recuperação com o auxílio emergencial e melhora gradativa das condições do mercado de trabalho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Estado do Rio registra 68,8 mil novos MEIs

Alimentação fora do lar foi o segmento com mais abertura de empresas, com 10,4 mil novos microempreendedores.

Volume de vendas do varejo restrito regrediu em março

'Recuo foi acima do esperado por nós (-3,4%) e pelo mercado (-5,1%)', diz Felipe Sichel.

Quase 80% não trabalham totalmente remoto na pandemia

Segundo levantamento sobre adaptação ao modelo de teletrabalho, 49,7% dos entrevistados estiveram na empresa semanalmente.

Tunísia pretende exportar 80 mil toneladas de frutas

País produz pêssegos, nectarinas, damasco, ameixa e estima aumento de 7% na safra de frutas em 2021; grandes importadores são Líbia, França e Itália.

Rio acaba com toque de recolher

Novas medidas têm validade até o dia 20 de maio; medidas podem ser revistas.