Preços se multiplicam com térmicas caras

O crescimento do mercado de eletricidade brasileiro exige aproximadamente 2.200 MW adicionais por ano. No período em que as privatizações mais avançaram (1994–2002), o setor ficou “devendo” 7.000 MW. Roberto Pereira D’Araujo, do Ilumina, explica:

“De 1994 até 2002, tivemos um grande movimento de privatizações. No setor elétrico, muitas distribuidoras e toda a geração da Eletrosul foram vendidas. Propalava-se a venda de todas as subsidiárias da Eletrobras e, como estratégia, investimentos foram adiados. Perante tal clima de troca de propriedade, o setor privado também não investiu em expansão. O resultado, ajudado por uma seca média, foi o racionamento de 2001”, anota, em artigo.

Veio daí o primeiro ‘boom” da inserção de usinas térmicas no nosso sistema elétrico, que não ocorreu devido a um planejamento estruturado. O segundo “boom” ocorre após a continuidade do mercado livre, que, com redução da carga após o racionamento e descontratação das hidrelétricas da Eletrobras, fez o número de consumidores livres saltar de 5% da carga para 25% em apenas 4 anos. Hidráulicas gerando sem contrato causaram um festival de preços tão baixos, que esse mercado não contratou expansão da oferta nem para suas próprias necessidades.

“Mais uma vez, esperanças sobre o desempenho mercantil se frustram e, entre outras medidas não planejadas, o leilão de 2008 contrata uma expansão térmica singular, não só pela pressa, mas pelo critério de escolha”, explica o diretor do Ilumina. “Grande quantidade de térmicas a óleo e diesel passaram a fazer parte da nossa ‘oferta’ de energia. Pode-se dizer que, hoje, em termos aproximados, 60% das nossas térmicas geram kWh muito caros.”

 

Vulnerabilidade social

Por conta da pandemia, a Legião da Boa Vontade (LBV) incluirá cestas de alimentos e kits com produtos de limpeza na campanha “Criança Nota 10 – Proteger a infância é acreditar no futuro!”, realizada anualmente pela instituição no início do ano letivo.

A ação fará a entrega de 25 mil kits de material escolar para milhares de crianças, adolescentes e jovens de famílias em situação de vulnerabilidade social no país; 30 mil cestas; e 30 mil kits de limpeza.

As doações podem ser feitas diretamente no site lbv.org ou pelo telefone 0800 0555099.

 

Rápidas

Centro de Informações das Nações Unidas (Unic Rio) e Federação Israelita do Rio de Janeiro (Fierj) promovem reunião virtual: Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, nesta quarta-feira, 17h. Assista aqui *** Aasp realizará nesta quarta, 19h, a palestra “A verdade sobre a saúde no sistema prisional”. Entre pessoas presas, são 43.799 os registros de Covid; entre servidores, 13.655 – um total de 229 óbitos. Inscrições aqui  *** A FGV Educação Executiva realizará nesta quarta o webinário “O Ambiente e o Perfil do Gestor Contemporâneo Pós-Pandemia”, a partir das 18h. Inscrições aqui.

Leia mais:

Entrega da Eletrobras representaria 0,05% da dívida

Incerteza da população ou dos mercados?

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Salário mínimo baixo, gasto do Estado alto

Nos EUA, assistência a trabalhadores que ganham pouco custa US$ 107 bi por ano ao governo.

Acesso à água e gênero

O amplo acesso ao líquido e ao saneamento poderia retirar cerca de 635 mil mulheres da pobreza.

É proibido proibir

Todos sem máscara, como se não fosse obrigatório.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Presidente do Banco do Brasil joga a toalha

Centrão tem interesse no cargo.

Imóveis comerciais tiveram estabilidade em janeiro

Nos últimos 12 meses, entretanto, preços de venda e locação do segmento acumulam quedas de 1,32% e 1,18%, respectivamente.

Contas públicas têm superávit de R$ 58,4 bilhões em janeiro

Dívida bruta atinge 89,7% do PIB, o maior percentual da história.

Presidente do Inep é exonerado do cargo

Medida foi publicada no Diário Oficial de hoje; até o momento, não foi anunciado o nome de quem o substituirá.

Primeiro caso de Covid-19 no Brasil completa um ano

Brasil tem novo recorde de mortes diárias, diz Fiocruz; boletim informa que houve ontem 1.148 mortes.