Preferido do turismo

Cesar Maia, com 39%, é o preferido pelos profissionais que atuam no turismo para a Prefeitura do Rio de Janeiro. Ao contrário do que ocorre com o resto da população carioca, porém, o senador Crivella não está na segunda posição – ocupa um modesto quinto lugar (6%). Conde é o segundo na preferência dos que lidam com turismo, seguido por Nilo Batista (13%) e Jorge Bittar (9%). Em sexto vem Jandira Feghalli (3%) e em sétimo o verde André Correia (1%). Onze por cento ainda não decidiram seu voto. A pesquisa foi feita com 500 profissionais pelos professores Bayard Boiteux e Maurício Werner, do site Consultoria em Turismo.

Pesquisas&”pesquisas”
A consagradora vitória do presidente Hugo Chávez no plebiscito deste fim de semana não representou apenas uma derrota de seus opositores internos e externos. Seu resultado – 58,25% a 41,74%, com diferença de 16,49 pontos para o líder venezuelano – representou (mais) um duro baque na credibilidade dos institutos de pesquisa. Uma semana apenas antes do pleito, a consultoria Keller e Associados, por exemplo, apontava números bem mais modestos pró-Cháves: 45% a 34%. E na confusão entre desejo e metodologia, seu diretor, Alfredo Keller, prognosticava que “três em cada quatro indecisos tendem a votar a favor da oposição”.
Na Mercanálisis, a “margem de erro” foi ainda mais grotesca: a previsão era de 54% para o “sim” e 33% para o “não”. E a Escola de Estudos Políticos da Universidade Central da Venezuela (UCV) indicava vitória mais apertada para Chávez: 46% a 42%, uma diferença de 12,49 pontos em relação à realidade. Apenas as empresas Evans McDonough Company e Varianzas Opinión (54% a 33% para o “não”) se aproximaram do resultado real.
A “atuação” das empresas na Venezuela, aliada ao histórico das pesquisadoras no Brasil, onde há enquetes com margem de erro de até 4,9 pontos para mais ou para menos, recolocam na ordem do dia a CPI das Pesquisas, proposta pelo então senador Roberto Requião (PMDB-PR).

DataMM
Em tempo: embora não seja especialidade da casa, o MM publicou, no último dia 16, na sua página internacional, pesquisa da norte-americana Final North American Opinion Research, em 20 províncias do país, entre os dias 1 e 5 deste mês, apontando vitória de Chávez por 61% a 32%.

Exemplo
Em tempo II: quantos presidentes hoje no mundo seriam capazes de confirmar o próprio mandato com quase 60% dos votos na metade de seus governos?

Social
Na semana passada a Brasilcap – braço de capitalização do Banco do Brasil – anunciou que mais de 134 mil pessoas foram beneficiadas pelo BB Educar, programa de alfabetização de jovens e adultos carentes gerenciado pela Fundação Banco do Brasil. O programa recebe mensalmente percentual das vendas do Ourocap Multi Chance. No primeiro semestre deste ano, os repasses superaram R$ 285 mil. Em quatro anos, o montante já alcançou R$ 1 milhão. Corretores da área de seguros ironizam a notícia. Dizem que o produto de capitalização não remunera nem com TR mais 6% ao ano e, como penitência, deveria destinar todo o lucro para o programa de alfabetização.

Com sal
Stress, como colesterol, tem seu lado bom. Chamado “stress benéfico”, é inerente à vida e aprimora a capacidade de atenção, memória e criatividade. Mantido dentro de determinados limites é extremamente útil. Segundo Hans Selye, criador do conceito, o stress é o “sal da vida”. Quem quiser conhecer mais sobre essa tese deve ir ao ciclo de palestras “Como lidar com o stress sem ficar estressado”, com a psicóloga Preciosa Fernandes, durante os dias 1, 2 e 3 de setembro, das 13h30 às 15h, no teatro do Centro Cultural Justiça Federal.

Acesso
Um dos criadores da teoria da dependência – equivocadamente atribuída por desinformados ao sociólogo FH – e um dos principais cientistas sociais contemporâneos brasileiros, Ruy Mauro Marini, tem sua obra, ainda pouco conhecida no Brasil, disponível e gratuita na Internet. Os interessados podem acessá-la no site http://www.marini-escritos.unam.mx/

Artigo anteriorCastigo
Próximo artigoJesus é fiel
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Salário mínimo baixo, gasto do Estado alto

Nos EUA, assistência a trabalhadores que ganham pouco custa US$ 107 bi por ano ao governo.

Privatização da Eletrobras aumentará tarifa em 17%

Estatal dá lucro e distribuiu R$ 20 bi em dividendos para a União.

Dois mitos sobre a Petrobras

Mídia acionada pelo mercado financeiro abusa de expedientes que ataca quando usados por bolsonaristas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Presidente do Banco do Brasil joga a toalha

Centrão tem interesse no cargo.

Imóveis comerciais tiveram estabilidade em janeiro

Nos últimos 12 meses, entretanto, preços de venda e locação do segmento acumulam quedas de 1,32% e 1,18%, respectivamente.

Contas públicas têm superávit de R$ 58,4 bilhões em janeiro

Dívida bruta atinge 89,7% do PIB, o maior percentual da história.

Presidente do Inep é exonerado do cargo

Medida foi publicada no Diário Oficial de hoje; até o momento, não foi anunciado o nome de quem o substituirá.

Primeiro caso de Covid-19 no Brasil completa um ano

Brasil tem novo recorde de mortes diárias, diz Fiocruz; boletim informa que houve ontem 1.148 mortes.