Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros

Os nove vencedores da décima edição do Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros, promovido pela Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg), foram anunciados em solenidade virtual realizada nesta quarta-feira (15). Quinze finalistas disputaram troféus e prêmios – em NFTs (token não fungível) – nos três primeiros lugares das categorias “Produtos e Serviços”, “Comunicação” e “Processos e Tecnologias”.
Segundo o presidente da CNseg, Marcio Coriolano, um dos principais objetivos da premiação é divulgar práticas inovadoras que agregam ao mercado de seguros, o que levou a confederação a adotar o nome de Antonio Carlos de Almeida Braga ao prêmio. O dirigente lembrou que “nosso querido e eterno inovador Braguinha investiu em novas modalidades de seguros, aperfeiçoou o atendimento ao consumidor, incentivou a capacitação dos profissionais. Seu legado, que também se estende aos esportes, servirá sempre de inspiração para todos nós”.
“O Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros, promovido com muita honra pela CNseg, acumula importantes contribuições ao longo de sua trajetória, não havendo exagero em dizer que muitas soluções para o mercado de seguros nos próximos anos já estão na cabeça dos finalistas –, acrescentou Coriolano ao participar do evento de premiação.
Na categoria “Comunicação”, foram vitoriosos os seguintes projetos: “Conexão Criativa – Programa de Ideias Corporativo”, de Péricles Borba, da SulAmérica Seguros (1º lugar); “Bradesco Seguros – O Grupo Segurador Pioneiro no TikTok”, de Marco Antonio Silva Siqueira, da Bradesco Seguros (2º lugar); e “De AMMS à Sou Segura: um Case de Rebranding pela Equidade de Gênero no Setor Segurador”, de Izabel Barbosa dos Santos, da empresa Bethe B (3º lugar).
Na categoria “Produtos e Serviços”: “P.A.E.S – Programa Aluno e Escola Seguros”, de Luciano Basilio, da Styllo Corretora de Seguros (1º lugar); “Prev4U – Plataforma de Cashback para Aporte em Planos de Previdência”, de José Augusto Nalesso Camargo, da 4U Publicidade (2º lugar); “Alfa Sem Franquia”, de Fabio Luciano da Silva Conceição, da Alfa Seguradora (3º lugar).
Na categoria “Processos e Tecnologia”: “Fast Track SulAmérica: Encaminhamento de Pronto-Socorro na Covid-19”, de Liana Sampaio Inhauser, da SulAmérica Seguros (1º lugar); “Mediação On-Line e Desjudicialização em Conflitos de Seguro”, de Gustavo Esteves Natal, da Generali Brasil Seguros (2º lugar); e “Psicólogo na Tela”, de Ananda Garofalo Fontes, da SulAmérica Seguros (3º lugar).
A diretora-executiva da CNseg, Solange Beatriz Palheiro Mendes, em sua participação na premiação, destacou também a importância do Prêmio de Inovação em Seguros da confederação, em particular para as questões Sociais, Ambientais, de Governança e Diversidade. “Foi para estimular ainda mais o ‘olhar ASG’ que, em 2021, incluímos, como novo critério de avaliação dos projetos, a adoção de práticas que estejam em sintonia com os ‘Princípios de Sustentabilidade em Seguros”, informou. E observou: “Nos últimos três anos foram apresentados diversos projetos que buscaram atender às demandas da nova sociedade. Soluções envolvendo equidade feminina, mudanças climáticas, saúde emocional, humanização nos processos, cuidados com o idoso, mitigação de litígios, atendimento à saúde a distância, inteligência artificial a serviço do cliente, passando por facilidades digitais para melhor acesso de nossa população e de nossos segurados, entre outros”.
Ela também acrescentou que “isso é inovar. Traçar relações insuspeitas. Pensar de modo divergente. Pensar no outro. Pensar como respeitar e agregar valor. Isso é diversidade e inclusão. E o setor de seguros, com as várias centenas de empresas e entidades, está caminhando a passos largos nessa direção”.
Nessa 10ª edição do Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros, a CNseg entregou aos autores dos projetos vitoriosos, troféus e prêmios em NFTs – sigla em inglês para token não fungível. São novos formatos de ativos digitais que se integram à tecnologia blockchain, equivalendo certificados que representam, no mundo digital, objetos de valor percebido elevado. Outra novidade dessa edição foi a apresentação de um show de música ao vivo, com repertório de clássicos nacionais e internacionais de todos os tempos, durante a entrega dos prêmios.
O presidente da CNseg também fez questão de agradecer a todos os dirigentes das seguradoras, corretoras e empresas especialistas pelo apoio, estimulando e dando oportunidade para que os participantes pudessem usufruir do precioso tempo de trabalho. “Essa premiação confirma que o setor segurador é avançado e arejado com propostas consistentes para a inovação. Criamos todas as possibilidades para que seja ampliado o acesso da população brasileira à proteção do seguro” afirmou.
Além das inovações na cerimônia de solenidade, a edição deste ano do Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros foi também a mais concorrida de sua história: 167 projetos inscritos em uma mesma edição, totalizando, ao longo dos 10 anos de existência do Prêmio, 855 projetos que contribuíram para a inovação no setor de seguros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Despesas de planos médicos atingiram R$ 206 bi na pandemia

Estudo mostra que aumento de 24% durante um ano está relacionado com a retomada de procedimentos médicos a partir de 2021.

Setor de seguros deve crescer até 15% este ano

No caso de seguro de vida emocional a cobertura é apenas para morte acidental

CVG-RJ: “Café da Manhã com a MAG Seguros” sobre o WinSocial

Um produto para o público com diabetes, HIV e outras doenças excluídas do seguro tradicional

Últimas Notícias

Mais de um terço das famílias relata queda da renda mensal

Estudo destaca comportamento das pessoas sobre gastos e dívidas no primeiro trimestre; mais impactados são famílias de menor renda.

Despesas de planos médicos atingiram R$ 206 bi na pandemia

Estudo mostra que aumento de 24% durante um ano está relacionado com a retomada de procedimentos médicos a partir de 2021.

Tunisianos investem em azeite orgânico para entrar no Brasil

Segundo executivo, Tunísia está em primeiro lugar no ranking global de azeites orgânicos.

População mais pobre está bastante pessimista em relação ao Brasil

Em contrapartida, segundo a Associação Comercial de São Paulo, classes AB e C mostram cada vez mais confiança na economia do país.

Saques extraordinários já somam 20% do patrimônio do FGTS

Para deputado, 'a nobreza do gasto não justifica o desvio do seu uso'.