Prêmio de Economia vai para 3 pesquisadores de experimentos naturais

Láurea é tida como Prêmio Nobel, denominação contestada pelos herdeiros do cientista.

A Real Academia de Ciências da Suécia decidiu conceder o Prêmio Banco Central da Suécia em Ciências Econômicas em Memória de Alfred Nobel 2021 a David Card, da Universidade da Califórnia, Berkeley, EUA, “por suas contribuições empíricas para a economia do trabalho”; e a Joshua D. Angrist, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, Cambridge, EUA, e Guido W. Imbens, da Universidade de Stanford, EUA, “por suas contribuições metodológicas para a análise das relações causais”.

Os laureados com o que a mídia identifica como “Nobel de Economia” “nos forneceram novos insights sobre o mercado de trabalho e mostraram quais conclusões sobre causa e efeito podem ser tiradas de experimentos naturais. Sua abordagem se espalhou para outros campos e revolucionou a pesquisa empírica”, afirma o comunicado da Academia de Ciências.

Muitas das grandes questões nas ciências sociais tratam de causa e efeito. Como a imigração afeta os níveis salariais e de emprego? Como uma educação mais longa afeta a renda futura de alguém? “Essas perguntas são difíceis de responder porque não temos nada para usar como comparação. Não sabemos o que teria acontecido se houvesse menos imigração ou se essa pessoa não tivesse continuado os estudos”, continua o comunicado.

“No entanto, os laureados deste ano mostraram que é possível responder a essas e outras perguntas usando experimentos naturais. A chave é usar situações em que eventos fortuitos ou mudanças de política resultem em grupos de pessoas sendo tratados de forma diferente, de uma forma que se assemelhe aos ensaios clínicos em medicina”, afirma a Academia.

Usando experimentos naturais, David Card analisou os efeitos de salário mínimo, imigração e educação no mercado de trabalho. Seus estudos do início da década de 1990 “desafiaram a sabedoria convencional, levando a novas análises e percepções adicionais”.

Os resultados mostraram, entre outras coisas, que o aumento do salário mínimo não leva necessariamente a menos empregos. “Agora sabemos que a renda das pessoas que nasceram em um país pode se beneficiar com a nova imigração, enquanto as pessoas que imigraram anteriormente correm o risco de ser afetadas negativamente. Também percebemos que os recursos nas escolas são muito mais importantes para o sucesso futuro dos alunos no mercado de trabalho do que se pensava anteriormente.”

Os dados de um experimento natural são difíceis de interpretar, no entanto. Por exemplo, estender a escolaridade obrigatória em um ano para um grupo de alunos (mas não para outro) não afetará todos naquele grupo da mesma forma. Alguns alunos teriam continuado a estudar de qualquer maneira e, para eles, o valor da educação muitas vezes não é representativo de todo o grupo.

É mesmo possível tirar alguma conclusão sobre o efeito de um ano a mais na escola? Em meados da década de 1990, Joshua Angrist e Guido Imbens resolveram esse problema metodológico, demonstrando como conclusões precisas sobre causa e efeito podem ser tiradas de experimentos naturais.

“Os estudos de Card sobre questões centrais para a sociedade e as contribuições metodológicas de Angrist e Imbens mostraram que experimentos naturais são uma rica fonte de conhecimento. A pesquisa deles melhorou substancialmente nossa capacidade de responder às principais questões causais, o que foi de grande benefício para a sociedade”, disse Peter Fredriksson, presidente do Comitê do Prêmio de Ciências Econômicas.

Card ficará com metade do prêmio de 10 milhões de coroas suecas (cerca de US$ 1,1 milhão); Angrist e Imbens dividirão os outros 50%.

O Prêmio de Ciências Econômicas foi instituído em 1968 pelo Banco Central da Suécia e atribuído pela primeira vez em 1969. Apesar de anunciado pela Academia Real das Ciências e de o processo de indicação, os critérios de escolha e a apresentação da decisão serem conduzidos de maneira similar aos dos Prêmios Nobel, ele não é reconhecido oficialmente como tal.

Alguns familiares de Alfred Nobel, notadamente seu sobrinho bisneto Peter Nobel, não aceitam que o prêmio seja referido como um Nobel, pois o consideram como uma espécie de “campeonato de relações públicas para economistas” – algo impensável por Alfred Nobel, que desprezava “pessoas para quem os lucros são mais importantes do que o bem-estar da sociedade”, segundo artigo da Wikipedia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Vendas do Tesouro Direto superam resgates em R$ 1,238 bi

Títulos mais procurados foram os vinculados à taxa Selic

Mais de 62 milhões de brasileiros possuem compras parceladas

Cartão de crédito foi a principal modalidade de crédito utilizada nos últimos 12 meses; 52% admitem não controlar gastos de compras parceladas.

Covid pode ter matado de 80 mil a 180 mil profissionais de saúde

Para OMS, categoria deve ter prioridade na imunização em todo o mundo.

Últimas Notícias

Guedes fica mesmo avaliado com nota baixa

Apesar de abrir a possibilidade de aumentar a crise econômica e do desrespeito ao teto de gastos ou outras regras fiscais para bancar medidas...

Ex-ministro de Temer substituirá Funchal

O ex-ministro do Planejamento Esteves Colnago assumirá o comando da Secretaria Especial de Tesouro e Orçamento da pasta. A nomeação foi confirmada nesta sexta-feira...

Receita Federal abre consulta a lote residual de Imposto de Renda

A Receita Federal abriu nesta última sexta-feira consulta a lote residual de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) relativo ao mês...

Vendas do Tesouro Direto superam resgates em R$ 1,238 bi em setembro

As vendas de títulos do Tesouro Direto superaram os resgates em R$ 1,238 bilhão em setembro deste ano. De acordo com os dados do...

81% dos brasileiros têm contas em mais de uma instituição financeira

Oito em cada dez brasileiros têm conta em mais de uma instituição financeira, ou seja, controla suas finanças de força desagregada. É o que...