Pressão para que planta de fertilizantes da Bahia volte à Petrobras

FUP: unidade foi arrendada no governo passado

109
Deyvid Bacelar, coordenador geral da Federação Única dos Petroleiros (Foto: FUP)
Deyvid Bacelar, coordenador geral da Federação Única dos Petroleiros (Foto: FUP)

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) enviou requerimento ao presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, e ao diretor executivo de Processos Industriais e Produtos, William França da Silva, solicitando que sejam devolvidas à petroleira as unidades de fertilizantes nitrogenados arrendadas à Unigel, localizada em Camaçari, na Bahia.

A FUP cobra da estatal uma mediação para solucionar o problema provocado pela Unigel, que na visão da federação não estaria cumprindo compromissos contratuais previstos na operação de arrendamento, firmada no governo passado. “Para tocar o setor de fertilizantes e promover a atualização tecnológica das unidades é preciso a atuação da Petrobras na operação e condução do negócio”, destaca o documento.

Na terça-feira (14), a Unigel divulgou que suspendeu o aviso prévio aos trabalhadores da fábrica de fertilizantes de Camaçari e que retomará as operações do ativo “assim que possível”. Em nota, a companhia afirmou que continua em negociação com a Petrobras para viabilizar a operação da Unigel Agro Bahia e que segue confiante de que chegará a “uma boa solução para as partes”.

Na análise dos petroleiros, no entanto, a situação é insustentável. “Ameaças de demissão se tornaram rotina, criando um clima de insegurança e de abalo na saúde mental dos trabalhadores. Sem dar explicação, a empresa cancelou o aviso prévio dos empregados e informou que retomaria a produção tão logo fosse possível”.

Espaço Publicitáriocnseg

A Unigel suspendeu as atividades de sua fábrica de fertilizantes em Camaçari. Com isso, segundo o Sindicato dos trabalhadores da indústria química, petroquímica, plástica e farmacêutica do Estado da Bahia (Sindiquímica), seriam demitidos cerca de 384 trabalhadores. Eles começaram a cumprir aviso prévio de 30 dias, no início deste mês. Porém, na quinta-feira (16), a Unigel anunciou a suspensão do aviso prévio.

Em nota técnica encaminhada à diretoria da Petrobras, a FUP elenca algumas propostas para a retomada da unidade pela Petrobras. Entre elas, que a Unigel adote medidas que garantam o vínculo laboral dos empregados pelo período de transição da devolução da unidade; que dê continuidade dos contratos das empresas terceirizadas e que realoque para a fábrica de Camaçari os profissionais da Petrobras que foram deslocados para outras unidades industriais.

Concurso público

A FUP propõe a realização de concurso público para a complementação de vagas remanescentes na unidade de Camaçari, e que seja incluído no novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) ou em outros programas de fomento eventualmente lançados pelo governo federal, a atualização da tecnologia e o fomento à produção de fertilizantes, com objetivo de melhorar sua produtividade, rendimento energético e descarbonização da produção, de forma a reduzir a dependência do gás natural.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui