Previsões de um “futeeconomista”

Econômico em previsões para o futuro da nova arquitetura financeira mundial, devido à insistência dos neoliberais em se aferrarem a suas teses de auto-regulação, o economista Luiz Gonzaga Belluzo, da Unicamp, não se furta a fazer projeções para o Campeonato Brasileiro. Conselheiro do Palmeiras, ele aponta seu clube como provável campeão, embora ressalve que a tabela seja benéfica ao Grêmio. Belluzo aposta ainda em que o Botafogo terminará no G-4 – quatro primeiros colocados e que se classificam para a Copa Libertadores da América – observando que o time carioca, embora irregular, “continua jogando o futebol mais bonito”.

Silêncio
O líder do PMDB na Assembléia Legislativa do Paraná, deputado Waldyr Pugliesi, ironizou o silêncio dos defensores do livre mercado na Casa desde o acirramento da crise financeira internacional: “Aqui mesmo nesta Casa vi uma defesa total, completa da saída do Estado das empresas como a Copel, como a Sanepar, o DER, para privatizar as rodovias, porque defendiam que o mercado não podia sofrer nenhuma interferência”, recordou Pugliesi.
Embora observando que a atual crise demonstre “a falência do neoliberalismo”, Pugliesi ressalvou: “Sempre falei, nem o socialismo morreu, nem o capitalismo moribundo que está aí está morto. Infelizmente.”

Prioridades
Mesmo com a previsão de um crescimento em torno de R$ 7 bilhões no orçamento para 2009, o Governo do Estado do Rio de Janeiro quer reduzir a verba para universidades públicas em 2%, denuncia o presidente da Comissão de Educação da Assembléia Legislativa, deputado Comte Bittencourt (PPS).

Apagar o passado
A Associação Nacional de Jornais (ANJ) condenou a decisão do juiz Wagner Roby Gídaro, da 296º Zona Eleitoral de São Bernardo do Campo, de determinar à Folha Online que retire do ar matéria sobre o ex-ministro da Previdência Social Luiz Marinho, candidato à prefeitura da cidade paulista. Trata-se de matéria produzida em 2005, que consta dos arquivos da Folha, com denúncia contra Luiz Marinho quando era sindicalista. “Censura é inconstitucional”, proclama a ANJ.

Pendura
A inadimplência no comércio da Cidade do Rio de Janeiro cresceu 2,2% em setembro em relação ao mesmo mês do ano passado, de acordo com os registros do Serviço de Proteção ao Crédito do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro. O número de dívidas quitadas aumentou 15,2% e as consultas, 17,6%. No acumulado do ano, a inadimplência cresceu 2,2%, as dívidas quitadas, 9,5%, e as consultas, 11,7%.

Luxo
A crise ainda não atingiu as empresas brasileiras, garante o presidente da CVC, Guilherme Paulus. Os cruzeiros pela costa brasileira não deixaram de ser vendidos, afirmou no III Forum Planet Work/Cesgranrio, realizado no Rio nesta terça-feira.
No mesmo evento, o gerente geral do Caesar Park, Philippe Godefroid, falou sobre hotelaria de luxo. Ressaltou que a tendência mundial são os hotéis design, os históricos e os castelos. Disse que na Ásia alguns hotéis têm mordomos, massagistas e atendentes para todos os quartos. Resistirão tais empreendimentos ao fim da era do lucro virtual?

Inovação
“Desenvolvimento e Avaliação de Projetos de Inovação Tecnológica” é o curso que a Protec e o Instituto de Tecnologia e Estudos de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos realizarão, na próxima quinta, em Porto Alegre. Mais informações em www.protec.org.br

Parabéns
Nessa sexta-feira, o Instituto de Economia da UFRJ comemora 70 anos. Será realizado um seminário com aula magna de Maria da Conceição Tavares.

Faxina
Frase definitiva sobre a necessidade de reformulação total do sistema financeiro: “Não se pode conter uma infecção grave mantendo a vítima dentro de um “lixão””.

Marcos de Oliveira e Sérgio Souto

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGarfada continuada
Próximo artigoRoleta

Artigos Relacionados

Os EUA lavam mais branco

Lavagem de dinheiro através de imóveis tem poucos obstáculos na pátria de Tio Sam.

Apagão já foi tragédia, volta como farsa

Modelo de mercantilização da energia é o culpado.

Volume de reservatórios pode cair a 6% em novembro

Quadro crítico poderá ser alcançado em 2 meses, mesmo com tarifaço.

Últimas Notícias

Reforma do IR trará impacto negativo para o caixa das empresas

O projeto de reforma tributária do Imposto de Renda aprovado na Câmara no início de setembro merece atenção especial do setor produtivo. O alerta...

A paz é o caminho

Por Paulo Alonso.

Setor farmacêutico ganha aliado para agilizar contratações

Farmácias e drogarias passaram a integrar o aplicativo Closeer, responsável por conectar empresas e trabalhadores autônomos. Oportunidades de trabalho no segmento devem crescer até...

Taxa de desemprego entre os mais pobres é de 36%

Queda em renda indica aumento na desigualdade durante a pandemia; jovens já são 42% dos empregos temporários no primeiro semestre.