Primeira escola pública trilíngue no país

Por Bayard Boiteux

Além de português, inglês e mandarim.

A escola municipal Atineia Silveira Miranda, em Niterói, será a primeira pública trilíngue no país, a partir de 2022. Os alunos vão aprender inglês e mandarim, além do português.

Brasil cada vez mais isolado

A recente participação do presidente Bolsonaro no G20 mostrou o desprestigio cada vez maior do Brasil. Enquanto os líderes mundiais conversavam em pequenos grupos, na antessala do evento, o chefe de Estado brasileiro ficou cercado de membros de sua comitiva, e ninguém veio saudá-lo e nem teve coragem de se aproximar de nenhum. Completamente deslocado, incluiu em sua agenda visitas que nada vão aprimorar nossa imagem. Fora as brincadeiras inadequadas, de falar com os garçons que atuavam no evento sobre a derrota da Itália por 4×1 e dizer que seu segurança parecia da máfia. Muito triste.

Portugal e os brasileiros

A reprovação do orçamento português no Parlamento traz duas consequências para 2022: fica suspenso o investimento português para as comemorações do bicentenário da Independência do Brasil e o programa voltado para atração de trabalhadores imigrantes, muito esperado pelos brasileiros, maior comunidade estrangeira naquele país.

Osklen

Oskar Metsavaht retorna à direção da Osklen, com foco no desenvolvimento de produtos tecnológicos e sustentáveis.

Theatro Municipal do Rio em crise

A retomada dos espetáculos, de forma presencial, mostrou um teatro com muitos problemas: falta de ar-condicionado, sem elevador para cadeirantes e com manutenção precária do palco. Ainda bem que tem um corpo de balé e músicos nota dez.

Setor imobiliário em alta

O mercado imobiliário deve alcançar R$ 5 bilhões em 2021 contra R$ 3,8 bilhões no ano passado. O terceiro trimestre deste ano foi o melhor desde 2011, no Rio.

Esquecimento imperdoável

Causou espanto o secretário nacional de Cultura, Mario Frias, não ter se pronunciado sobre a morte de Nelson Freire, um dos maiores pianistas mundiais.

Japa superfaturado

O restaurante Minimok, em Ipanema, precisa urgente reavaliar seus preços. No fim de semana, cobrava R$ 130 por pessoa por um rodízio, que nem cogumelos incluía. Estava bem vazio. Já fechou 2 filiais: a da Barra e do Leblon.

Frase da semana

“Sabedoria para cair, se levantar, voltar a caminhar e não pensar que é todo poderoso e pode sobreviver sozinho. Fica a dica!”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Taxa sobre exportação de petróleo renderia R$ 38 bi

Imposto aumentaria participação do Estado nos resultados do pré-sal.

Capes evacuada pelo governo

Falta de apoio e de respaldo por parte da direção, pouco empenho para a retomada da avaliação quadrienal e inconsistência de prioridades.

Proteção Tabajara nos aeroportos contra a Covid

Ex-secretário cobra adoção de exigências eficazes.

Últimas Notícias

Potencial das pessoas para promover a diversidade

Por André Abram.

Aumento do número de juízes dos TRFs é sancionado por Bolsonaro

Lei 14.253, de 2021 não gera aumento de despesas.

Alta dos juros já impacta concessão de crédito imobiliário

Em outubro, o volume de crédito imobiliário alcançou a marca de R$ 17,1 bi.

B3 divulga a 1ª prévia do Ibovespa B3 e demais índices

A prévia registra a entrada de Porto Seguro ON (PSSA3) e Positivo Tec ON (POSI3).

PMEs têm recuperação com alta de 15,6% no faturamento do 3º trimestre

Serviços mantém recuperação com a maior abertura econômica.