Princesinha

Dez por cento dos turistas estrangeiros afirmaram que o que mais os atrai em Copacabana é a prostituição. A confirmação de que o turismo sexual tem peso forte na motivação da viagem dos visitantes de outros países está em pesquisa coordenada pelo professor Bayard Boiteux, do sítio Consultoria em Turismo e da UniverCidade. O que mais atrai os turistas estrangeiros é o prédio do Copacabana Palace (42%), a praia (28%) e a noite (20%). A pesquisa, realizada em Copacabana de 1 a 5 de agosto, ouviu franceses (28% do total), norte-americanos (23%), argentinos (19%), sul-africanos (12%), alemães (8%) e russos (4%), num total de 200 pessoas.

Oportunidade
A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) reabriu o “processo seletivo simplificado” para contratação temporária de profissionais de nível superior. Por trás do termo hermético, a agência quer dizer que não haverá concurso: os novos funcionários serão escolhidos através de análise curricular, comprovação de títulos, avaliação psicológica e entrevista técnica. Os salários são atraentes: variam de R$ 2 mil a R$ 7,1 mil, “de acordo com os níveis de qualificação profissional traçados pela agência”. A falta de concurso no setor público sempre foi criticada por ser uma porta aberta para novos funcionários entrarem pela “janela”. Quem se interessar deve acessar www.cespe.unb.br/aneel2003

Memória curta
O Brasil esqueceu rápido a crise energética e não está havendo investimentos, tanto do setor privado quanto do governo, na produção de energia. Esta é a opinião do diretor da Cummins Power Generation na América Latina, Jaime Teixeira de Queiroz. “Apenas 2% do setor privado no Brasil tem um sistema próprio de energia, enquanto que esse índice nos EUA e Europa é de 20%”, garantiu. “A estimativa do governo é de que em dois anos enfrentaremos nova crise. Mas acredito que isso possa acontecer até antes, se houver retomada de crescimento”, analisou Queiroz.

TI
A governadora do Rio de Janeiro, Rosinha Garotinho, abre hoje, às 9h, na sede da Firjan, o Rioinfo, seminário no qual serão apresentadas as novas aplicações da tecnologia de informação nos setores público e privado, principalmente segurança pública e educação.

Terra do chuvisco
O Ministério Público de Campos (RJ) enviou para o Tribunal de Justiça do Rio inquérito pedindo o afastamento imediato e a cassação dos direitos políticos do prefeito Arnaldo Vianna por oito anos, de alguns secretários e assessores, além de penhora dos bens de todos e o ressarcimento ao município do dinheiro usado na promoção de shows. A situação na terra do chuvisco, terra de Anthony e Rosinha Garotinho, é de temporal: foi criado o Movimento Pró-Campos, composto por lideranças comunitárias, associações e sindicatos, que defende a renúncia do prefeito.

Chiquinho
O ex-secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro Josias Quintal foi o responsável pelo arquivamento das denúncias contra o secretário estadual de Esportes, Chiquinho da Mangueira. A afirmação é do delegado Heralmir Ramirez Gomes, ex-subsecretário de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Rio, em depoimento à Comissão de Segurança da Assembléia Legislativa do Rio (Alerj). Chiquinho é acusado de ter pedido à polícia uma trégua ao tráfico no Morro da Mangueira.

Lagoa no mar
A iluminação artística da área externa da Capela São João Batista, situada na antiga Vila da Barra de São João, em Casimiro de Abreu, foi inaugurada ontem pela governadora do Rio de Janeiro, Rosinha Garotinho. Projeto de R$ 200 mil bancado por uma empresa de energia, permitirá a iluminação da igreja, que adentra o mar, em “tom verde lagoa”, comentou o secretário estadual de Energia, Wagner Victer.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAcima de R$ 5 mil
Próximo artigoSeca

Artigos Relacionados

Falta de servidores traz prejuízo, inclusive financeiro

Fila de segurados no INSS vai engrossar precatórios em R$ 11 bilhões.

Desmonte do Estado se dá pelas beiradas

Miçangas e espelhos empurram reformas administrativas nos municípios.

O que vale pros precatórios vale pra dívida interna?

Se calotes são defensáveis, poderiam ser estendidos para os títulos públicos.

Últimas Notícias

Distribuição comercial: quais cláusulas e condições mais importantes?

Por Marina Rossit Timm e Letícia Fontes Lage.

Mercado corre do risco em momento de estresse

Se tem uma coisa que o mercado é previsível é com relação ao seu comportamento em momentos de estresse é aversão ao risco. “Nessa...

Petrobras: mais prazo de inscrição no novo Marco Legal das Startups

Interessados em participar do primeiro edital da Petrobras baseado no novo Marco Legal das Startups (MSL) poderão inscrever-se até o dia 12 de dezembro....

Canal oficial para investidor pessoa física na B3

A partir desta sexta-feira, a nova área logada do investidor da B3, lançada em junho, passa a ser o canal que centraliza todas as...

Fitch Ratings atualiza metodologia de Rating de Seguros

A Fitch Ratings, agência de classificação de risco, publicou nesta sexta-feira relatório de atualização de sua Metodologia de Rating de Seguros. Segundo a agência,...