Procon multa em cerca de R$ 30 milhões empresas de telecomunicações

Multa é pelo não cumprimento da Lei do Consumidor.

O Procon Carioca vai multar as empresas de telecomunicações (Tim, Vivo, Claro) pelo não cumprimento da Lei do Consumidor e normas determinadas pela Anatel, em casos de falhas na prestação dos serviços. Juntas, as multas vão somar cerca de R$ 30 milhões.

Segundo o diretor executivo do Procon Carioca, Igor Costa, os consumidores que têm os serviços interrompidos ou suspensos, por manutenção ou falha na prestação, possuem o direito a ressarcimento automático do valor proporcional ao período.

– O consumidor, além de um informação clara e objetiva acerca das paralisações ou suspensões, programadas ou não programadas, deve ser informado e ressarcido quando se enquadrar na norma – esclarece.
Para isso, a empresa tem o prazo de até o segundo mês subsequente da ocorrência.

Outro procedimento que as empresas não estão respeitando , adequadamente, é a comunicação, através de seus sites e sistemas, sobre as citadas intercorrências.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Para 48%, recém-formados são os mais afetados no mercado de trabalho

Pesquisa feita com mais de 9 mil pessoas descobriu que 25% fazem parte da Geração Nem Nem, que não trabalha nem estuda.

Supermercados tiveram queda de 7,15% em vendas

Período avaliado em São Paulo foi de 12 meses, já Rio registra expansão de 41,5% de novas unidades no primeiro semestre.

Profissional de nível superior tem 23% mais chance de trabalhar remoto

Com avanço da vacinação no Brasil, 62% das empresas planejam voltar ao presencial.

Últimas Notícias

Lei de Melhoria do Ambiente de Negócios no Brasil

Por Letícia Luzia de Sousa Ramos e Renata Homem de Melo.

Para 48%, recém-formados são os mais afetados no mercado de trabalho

Pesquisa feita com mais de 9 mil pessoas descobriu que 25% fazem parte da Geração Nem Nem, que não trabalha nem estuda.

SP registra queda de 13% em mortes de trânsito ante setembro de 2020

Número de óbitos caiu de 455 em setembro do ano passado para 396 no mesmo período de 2021.