Produtos de limpeza, higiene e mercearia lideram varejo eletrônico

104
E-commerce (Foto: Pixabay/CC)
E-commerce (foto Pixabay/CC)

Levantamento feito pela Standout, com base nos seus mais de 300 e-commerces parceiros, aponta um crescimento de 43% de audiência entre o primeiro semestre de 2022 e o mesmo período de 2023 no segmento de supermercadistas e atacarejos que possuem e-commerce, como por exemplo Extra, Pão de Açúcar, SuperNosso, Tenda Atacado, Pague Menos, Atacadão entre outros.

Os segmentos de limpeza e higiene, mercearia e bebidas alcoólicas e não alcoólicas são os preferidos no mercado digital e são um dos principais vetores deste aumento da audiência. Segundo a 47ª edição do relatório Webshoppers, realizado pela NielsenIQ Ebit, entre os anos de 2021 e 2022, a categoria de alimentos e bebidas registrou um crescimento de 82,8% em relação ao número total de pedidos. Enquanto perfumaria e cosméticos tiveram um aumento de 22,5% e saúde 16,9%. Além disso, 62,8% dos brasileiros fazem compras através de seus smartphones.

Já de acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o setor deve faturar R$ 185,7 bi em 2023, R$205 bi em 2024 e R$ 225 bi em 2025. Para 2026 e 2027, deve atingir o faturamento de R$ 248 bi e R$ 273 bi, respectivamente.

Leia também:

Espaço Publicitáriocnseg

Varejo cresceu 1,8% em junho ante junho de 2022

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui