Programa Verde Amarelo corta direitos de 1,5 milhão

Empregos, que seriam criados de qualquer forma, terão benefícios reduzidos.

O Governo Bolsonaro prevê a criação, nos próximos três anos, de 1,8 milhão de vagas de trabalho para jovens dentro do programa Verde Amarelo. Porém, dados oficiais obtidos pela Folha de S.Paulo mostram que 1,52 milhão de empregos seriam criados mesmo sem o programa. Dessa forma, o sistema acaba diminuindo os direitos desses trabalhadores.

O estudo técnico do Ministério da Economia admite que apenas 271 mil vagas seriam efetivamente criadas por influência do Verde Amarelo. O governo poderá obter lucro fiscal em cima da redu-ção dos direitos trabalhistas.

Levantamento feito pela Instituição Fiscal Independente (IFI) do Senado calcula que o programa Verde Amarelo pode render R$ 12,7 bilhões até 2024, acima do custo potencial de R$ 11,3 bilhões caso 100% da meta de 1,8 milhão de vagas seja atingida, possibilidade considerada de difícil execução pelo órgão.

Seria uma nova forma de ganhar em cima dos menos favorecidos. O programa já prevê que quem recebe seguro-desemprego passará a pagar contribuição previdenciária de 7,5%, o que foi ironica-mente chamado de “taxação sobre grandes pobrezas”.

Se apenas metade dos empregos prometidos forem criados, o custo do programa entre 2020 e 2024 cairia para R$ 5,7 bilhões. Isso garantiria um ganho extra de R$ 7 bilhões na arrecadação com nova taxação do seguro-desemprego.

Pelo programa, as empresas que contratarem jovens que nunca tiveram vínculo formal de trabalho, com salário mensal de até 1,5 salário mínimo (hoje, R$ 1.497), ficam isentas de pagar contribui-ção previdenciária, salário-educação e contribuições ao Sistema S. Além disso, a contribuição mensal ao FGTS cairá de 8% para 2%, e o valor da multa em caso de demissão sem justa causa poderá ser reduzido de 40% para 20%. Ao todo, as empresas têm uma redução de até 34% nos impostos que pagam hoje.

Artigos Relacionados

Copom: ‘Retomada robusta da atividade’ no segundo semestre

Uma semana após a última reunião do Comitê de Política Econômica (Copom) que aumentou a taxa básica de juros, a Selic, em 0,75 ponto...

Urna eletrônica: TSE é acusado de ignorar a ciência

Ausência de um representante do Tribunal ao debate irritou deputados.

Comércio digital cresce e qualidade do emprego cai

Postos de trabalho precários são os mais criados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

CVM lança novo Sistema de Gestão de Fundos de Investimento

A partir de 5 de julho, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) irá disponibilizar o novo Sistema de Gestão de Fundos de Investimento (SGF)....

B3 acolhe novo fundo gerido pela XP Asset

Aconteceu nesta terça-feira, na B3, o toque de campainha para comemorar o lançamento de mais um ETF (Exchange-Traded Fund), que é um fundo de...

Airbus e chinesa AVIC fazem parceria

Um projeto de equipamento de fuselagem do Airbus A320 foi lançado em conjunto pela Airbus e pela Aviation Industry Corporation of China (AVIC) nesta...

BID lança guia para ajudar na emissão de títulos sustentáveis

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) lançou um guia para auxiliar e fomentar a emissão de títulos temáticos. O lançamento acontece por meio do...

Vivant lança lata comemorativa ao Dia Internacional do Orgulho LGBT

A lata estampa as cores do arco-íris e traduz o posicionamento da empresa sobre o respeito à diversidade.